Justiça condena ex-bispo a pagar R$ 1,8 mi por calúnias

Ele terá que pagar a quantia e emitir um pedido de desculpas em suas redes sociais

Pleno.News - 05/06/2018 18h44

Ex-bispo terá que indenizar a Igreja Universal Foto: Reprodução

A Justiça do Rio de Janeiro condenou Alfredo Paulo, ex-bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, a indenizar a igreja com multa de R$ 1,8 milhão.

Além da quantia, foi determinado que ele publique um pedido de desculpas oficial à igreja nos canais que ele mantém no YouTube, nas páginas no Facebook e em seu blog.

Caso não cumpra esta determinação, ficará sujeito a multa diária.

Para a juíza Raquel de Oliveira, titular da 6ª Vara Cível Regional do Rio de Janeiro, as declarações de Alfredo Paulo violaram a honra e a reputação da Universal. Ele também desrespeitou a propriedade intelectual da Instituição, ao utilizar vídeos e imagens de autoria da igreja em suas acusações.

Alfredo foi bispo da Universal até o final de 2013. Sua saída foi motivada após denúncias de adultério e envolvimento com prostitutas. Desde então, ele passou a emitir opiniões que foram consideradas agressivas contra a igreja.

Os ataques de Alfredo tiveram como alvos os Bispos Edir Macedo, Romualdo Panceiro, Honorilton Gonçalves, Darlan Ávila e Maurício Campos, entre outros.

Em nota, a Universal lamentou ter tido que recorrer ao Poder Judiciário para assegurar “a verdade e as devidas reparações”.

A igreja ressaltou que todos os valores de recebidos como indenização serão revertidos para as obras sociais da Instituição.

LEIA TAMBÉM+ Representantes do candomblé visitam Templo de Salomão
+ Universal acusa Folha de tentar denegrir a fé cristã
+ IURD nega ligação com música que teria sido plagiada