Leia também:
X Culto em memória de Ludmila reúne familiares e amigos

Hoje pregadora, ex-BBB lamenta ensaio na Playboy: “Fez estrago”

Natália Nara, diaconisa na Igreja Bola de Neve, diz que posar para revista foi a pior decisão de sua vida

Paulo Moura - 07/02/2022 09h24 | atualizado em 07/02/2022 10h27

Ex-BBB Natália Nara hoje é diaconisa em igreja Foto: Arquivo Pessoal

Convertida desde 2005, a ex-BBB Natália Nara vive hoje um momento bem diferente de sua vida em comparação com a realidade em que vivia na época em que participou do reality show da TV Globo. Diaconisa na Igreja Bola de Neve de Santos, no litoral sul de São Paulo, onde auxilia adolescentes, há algo do qual ela se arrepende em seu passado: ter posado nua para a revista Playboy.

Em entrevista ao site Splash, do UOL, Natália diz que o ensaio que fez para a revista masculina, também em 2005, foi a pior decisão que já tomou. Segundo ela, o momento foi “horrível, abusador e traumatizante” e “fez um grande estrago emocional”.

– Foi a pior coisa que eu fiz na vida. Não existe nada pior do que isso. Horrível, abusador e traumatizante. Fez um estrago emocional muito grande em mim, mas, graças a Deus, já fui curada – ressalta.

Após ter se convertido, Natália conta que, com o passar do tempo, deixou inclusive de fazer campanhas publicitárias em que se sentia mais exposta como modelo. A diaconisa recorda de um momento em que afirma ter sentido vergonha ao se ver em um anúncio de biquíni, em uma fachada de uma clínica de estética, após um culto, enquanto lanchava com amigos da igreja.

– Nunca fui repreendida por ninguém por causa das publicidades que eu fazia. Foi o próprio Espírito Santo que me constrangeu. Primeiro ele mostra o nosso valor e depois restaura a nossa identidade. Todas as minhas decisões começaram a ser pautadas no valor que eu descobri ter – destaca.

Casada há dez anos, Natália e o marido são hoje responsáveis pelos adolescentes da igreja. Mãe de um casal de filhos, uma menina de três anos e o caçula recém-nascido, ela diz que a maternidade “foi a melhor coisa” que aconteceu em sua vida.

– Sempre sonhei em ser mãe. Descobri muitas coisas, inclusive que as pessoas não morrem se não dormem – brinca.

Sobre o arrependimento em relação às decisões tomadas no passado, Natália diz que encara o fato como uma “mudança de caminho” que não para de acontecer e diz que busca diariamente todos algo que possa levá-la para mais perto de Jesus.

– O que Jesus falar eu me empenho e procuro me arrepender todos os dias. Assim será até a morte. O arrependimento não acaba porque ele é como o fogo, que purifica o ouro e deixa o metal mais limpo – completa.

Leia também1 Ciro Nogueira: "Determinação é reduzir impostos do diesel"
2 Pagamento irregular do Auxílio pode chegar a R$ 808,9 milhões
3 Moro rebate PT: 'Roubalheira tirou Lula da disputa em 2018'
4 Município do RJ aplica 4ª dose da vacina contra a Covid em idosos
5 Alvo de piadas, desembargador exibe ampla biblioteca "real"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.