Leia também:
X Damares afirma: “A minha fonte é o Senhor!”

Franklin Graham rebate Lady Gaga e defende cristianismo

"A Bíblia deixa claro que a homossexualidade é um pecado", afirmou o evangelista

Ana Luiza Menezes - 22/01/2019 21h15 | atualizado em 22/01/2019 21h39

O evangelista Franklin Graham Foto: Reprodução

O ministro e evangelista Franklin Graham usou as redes sociais para rebater os comentários que a cantora Lady Gaga fez a respeito do vice-presidente Mike Pence e sua fé. Segundo ele, a artista cometeu um erro.

– Pode ser uma cantora e atriz muito talentosa, mas seus comentários sobre o vice-presidente Mike Pence e a segunda-dama Karen Pence são equivocados e infelizes – avaliou.

Segundo o jornal USA Today, Gaga vê Pence como um péssimo exemplo de cristão.

– Para Mike Pence, que acha aceitável que sua esposa trabalhe em uma escola que proíbe LGBTQ, você está errado. Você é a pior representação do que significa ser um cristão – afirmou a cantora.

Diante das declarações dela, Graham não apenas defendeu o líder como também decidiu explicar regras do cristianismo.

– Como cristãos, seguir a Cristo significa seguir os ensinamentos da Palavra de Deus. A Bíblia deixa claro que a homossexualidade é um pecado, entre muitos outros [pecados], e todos eles têm um custo. Devemos procurar viver nossas vidas em obediência à Sua Palavra. Ele estabeleceu as regras, não nós – disse.

Franklin concluiu a publicação com sua avaliação sobre o casal.

– Conheço o vice-presidente Mike Pence e a senhora Pence, e, para mim, a maneira como conduzem suas vidas e exibem sua fé fazem deles o melhor tipo de cristão. Que bênção eles são para nossa nação! – finalizou.

Post de Franklin Graham, no Facebook Foto: Reprodução

Leia também1 Damares afirma: "A minha fonte é o Senhor!"
2 Pe. Fábio de Melo se emociona com boa ação de padaria
3 Caio Fábio deixa de pastorear a Igreja Caminho da Graça

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.