Leia também:
X A vontade e o tempo de Deus

Franklin Graham acusa a imprensa de não ser confiável

"Muitas organizações de mídia são extremamente conduzidas pela agenda", disse o filho de Billy Graham

Rafael Ramos - 23/07/2020 11h04

Franklin Graham acusou a imprensa de ser inclinada à esquerda Foto: Reprodução

O pastor e conferencista Franklin Graham criticou a atuação da imprensa nos Estados Unidos. Citando o caso da editora Bari Weiss, que pediu demissão do The New York Times, o filho de Billy Graham disse que “o jornalismo está morto e foi substituído por censura que é controlada por radicais”.

– O The New York Times é tendencioso para a esquerda, socialista e radical agenda do partido Democrata. Em sua carta de demissão, ela disse que era muito difícil publicar algo que não explicitamente promovesse causas progressistas e se algo fosse publicado, poderia acontecer apenas depois de cada linha ser cuidadosamente massajada, negociada e cavernada.

Franklin ainda acusou os “poderes de mídia” de tentarem influenciar o pensamento do povo americano para as próximas eleições. Ele ainda advertiu o público quanto às informações veiculadas.

– No passado, os americanos eram capazes de confiar na mídia. Eram jornalistas relatando fatos. Mas hoje muitas organizações de mídia são tendenciosas, inclinadas e extremamente conduzidas pela agenda. Eles já não são confiáveis. Isto diz-nos que temos de ter muito cuidado com as informações que acreditamos.

Leia também1 CNN censura entrevistado que defendia cloroquina ao vivo
2 Twitter exclui 7 mil contas da teoria conspiratória QAnon
3 EUA afirmam: "Devemos estar prontos para derrotar a China"
4 Medo da crise faz Chile e Peru reabrirem durante pandemia
5 Mulher fura quarentena e é condenada a 6 meses de prisão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.