Leia também:
X Safadão e esposa consagram os filhos a Deus em igreja

Filho de Flordelis diz que está deixando Ministério dos pais

Pastor Luan Santos disse que não consegue mais prosseguir após a morte de Anderson do Carmo

Henrique Gimenes - 27/06/2019 18h22 | atualizado em 27/06/2019 18h53

Pastor Luan dos Santos com Anderson do Carmo e Flordelis Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (27), um dos filhos da cantora e deputada federal Flordelis, o pastor Luan Santos, informou que está deixando o Ministério fundado por sua mãe e pelo pastor Anderson do Carmo. O motivo, de acordo com ele, é por não conseguir mais continuar na igreja após a morte do pai.

O anúncio foi feito por meio de suas redes sociais. Ele agradeceu por tudo que foi feito com ele e disse que irá levar boas lembranças do Ministério Flordelis.

Veja a publicação:

“Tudo tem o seu tempo determinado , e há tempo para todo propósito debaixo do céu “.(Ecl. 3:1)

Queridos irmãos ,

Venho por meio desta , comunicar a minha saída do Ministério Flordelis, local onde me entreguei a obra do Senhor, de todo o meu coração… onde cresci e amadureci muito. Mas infelizmente não consigo prosseguir no ministério mediante o ocorrido com o nosso Pr. Presidente (Anderson).

Sou grato por tudo que todos fizeram por mim. Levarei comigo os ensinamentos e as boas lembranças, mas hoje um ciclo se finda para que outro se inicie.

Peço a todos que orem para que a verdade apareça e que a justiça seja feita tanto do céu como da terra , e contudo , nunca se esqueçam que o nosso alvo é Cristo.

Que DEUS vos abençoe.

Pr Luan Santos e família.

O CASO
O pastor Anderson do Carmo foi assassinado na madrugada de domingo (16) na garagem de casa, em Pendotiba, Niterói, no Rio de Janeiro. O laudo mostrou 30 perfurações pelo corpo, a maior parte nas costas, peito e região da virilha. Anderson era casado há 25 anos com Flordelis, pastora e deputada federal pelo Rio de Janeiro. Sempre ao lado da esposa, ele atuava como secretário-geral do PSD no Estado.

Dois filhos da pastora estão presos preventivamente, Lucas dos Santos, de 18 anos, e Flávio dos Santos Rodrigues, de 38 anos. O mais velho assumiu ter efetuado seis tiros. Lucas teria ajudado comprando a arma, mas não estaria em casa no momento dos disparos. Os agentes ainda estão investigando os pontos contraditórios.

Um terceiro filho teria afirmado, em depoimento, que não ouviu discussão, barulho de carro ou moto em fuga. Que quando chegou na cena do crime encontrou o irmão Flávio próximo ao pai, caído. Ele garantiu ainda que o celular de Anderson, que está sumido, foi entregue a Flordelis.

Ainda em depoimento, o filho disse que o pastor já recebeu uma mensagem com ameaça de morte e uma das irmãs ofereceu R$ 10 mil a Lucas para que cometesse o crime. Flordelis e três filhas já teriam colocado remédios na comida de Anderson, por isso, sua saúde estava debilitada.

Leia também1 Sem citar Flordelis, Celso de Mello fala de foro privilegiado
2 Em entrevista, irmã do pastor Anderson fala sobre o caso
3 Advogado de filho de Flordelis: Polícia pode ter plantado arma

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.