Leia também:
X Visceral! Michelle Nascimento faz audição do novo álbum

Evangelismo dribla restrições na Copa do Mundo

Cristãos russos criaram estratégias para conseguir falar sobre Jesus durante o evento esportivo

Ana Luiza Menezes - 22/06/2018 17h00

Cristãos na Rússia estão aproveitando a Copa do Mundo para colocar em prática estratégias de evangelismo.

Apesar das proibições em relação à propagação da religião no país, o evangelho tem driblado barreiras e marcado vidas alcançadas pela Missão Eurasia que se uniu a líderes evangélicos russos.

Além de pedidos de oração, os voluntários têm compartilhado pedidos de oração nas redes sociais para que consigam alcançar o maior número de pessoas possível por meio da distribuição de material evangelístico. durante o Mundial.

– Cada cópia de literatura cristã distribuída durante a Copa é uma chance para uma vida e, potencialmente, muitas vidas serão mudadas para sempre. Por favor, ore para que cada cópia das Escrituras distribuída neste mês possa transformar os corações e as mentes daqueles que receberem – disse um dos líderes do movimento evangelístico em um post do Instagram.

Existem mais de 400 congregações evangélicas em cidades como Moscou e São Petersburgo, entre outras que estão sediando os jogos.

Outra parte da estratégia das igrejas locais consiste em convidar torcedores para assistir as partidas dentro de seus locais de culto, oferecendo lanches e pequenos presentes russos, além de exemplares da Palavra de Deus.

Segundo eles, o trabalho é mais discreto do que o realizado por voluntários cristãos na última Copa do Mundo de 2014 no Brasil. Mesmo assim, os esforços da equipe estão atendendo à expectativa das lideranças locais.

– Estamos compartilhando a Palavra Viva de Deus com pessoas de nossa cidade. Acreditamos que Cristo voltará um dia e revelará quantas pessoas o aceitaram como resultado deste trabalho – disse o pastor Dmitry Lunichkin, que lidera uma igreja em São Petersburgo.

O diretor da Missão Eurasia na Rússia, Pavel Tokarchuk, acredita que a realização da competição esportiva em seu país ofereceu a chance de um futuro melhor para a nação.

– Não há um momento melhor do que este para compartilhar a fonte da verdadeira esperança com eles, o relacionamento com Jesus – disse ele.

A Constituição da Rússia afirma que o país é um estado laico, porém, a Lei do Parlamento russo (Duma) sobre a religião, promulgada em 1997, afirma que as quatro religiões tradicionais da Rússia são a Igreja Ortodoxa Russa, o Islã, o Budismo e o Judaísmo. Todas as outras encontram restrições para sua propagação no país.

Leia também1 Papa defende diálogo entre católicos, protestantes e ortodoxos
2 Igreja une homens que eram inimigos mortais
3 Violência atrapalha viagens missionárias à Nicarágua

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.