Leia também:
X Após atacar cristãos, Daniela Mercury processa pastor

EUA: Pastor consola rabino após ataque em sinagoga

Líder de igreja também leu o Samo 23 no funeral de uma das vítimas da comunidade judaica

Ana Luiza Menezes - 07/11/2018 16h12

Reverendo ofereceu apoio ao rabino cuja sinagoga foi alvejada Foto: Hilary Swift/The New York Times

Nos Estados Unidos, o encontro entre um pastor negro e um rabino comoveu um grande número de pessoas. Eles se abraçaram no saguão de um hotel no centro de Pittsburgh, na última sexta-feira (2). Ambos compartilham da mesma dor, uma vez que passaram por uma grande perda após terem membros de suas congregações mortos de maneira trágica.

O reverendo Eric S. C. Manning, da Igreja Episcopal Metodista Africana Emanuel, abraçou o rabino Jeffrey Myers, da sinagoga Árvore da Vida, onde 11 judeus foram mortos no dia 27 de outubro. Manning decidiu ir até Pittisburg para encontrar Myers e prestar solidariedade ao líder.

Os dois conversaram durante duas horas. Como resultado, o rabino acabou convidando o reverendo para discursar no último dos 11 funerais que foram realizados em um período de quatro dias. O cristão aceitou o convite e leu o Salmo 23 no velório de Rose Mallinger, que tinha 97 anos e era a mais velha das vítimas do ataque à sinagoga.

O reverendo compreende bem a dor que a comunidade judaica sente. Em 2015, nove fiéis da igreja dele foram alvejados e mortos durante um estudo bíblico.

Leia também1 Após atacar cristãos, Daniela Mercury processa pastor
2 Pr. Cristian lança livro após sua vitória contra o câncer

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.