Leia também:
X Luigi e Júlia Vieira são destaque ao compartilhar valores cristãos

Estado Islâmico assume autoria de ataques em Moçambique

Uma vila cristã foi atacada, duas pessoas morreram e quatro ficaram feridas

Leiliane Lopes - 03/01/2023 18h21 | atualizado em 03/01/2023 18h50

A província de Cabo Delgado está enfrentando uma insurgência armada desde 2017, com muitos ataques do grupo Estado Islâmico Foto: Portas Abertas

O Estado Islâmico assumiu a autoria de um ataque realizado no dia 30 de dezembro de 2022 na vila de Namande, estado de Cabo Delgado, em Moçambique, onde duas pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas.

Nas redes sociais, o grupo celebrou o ataque à “vila onde os cristãos moram” e fez ressurgir o medo na comunidade cristã que mora na região.

Um morador da vila atacada deu entrevistas sobre o dia do ataque.

– Estávamos preparando o jantar quando ouvimos os tiros. Percebi que eram os terroristas, avisei minha família e fugimos – contou o sobrevivente.

Moçambique ocupa a 41ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2022 organizada pela Missão Portas Abertas, onde a perseguição aos cristãos por radicais islâmicos acontece por opressão e violência.

Outro dado compartilhado pela Portas Abertas é que a brutalidade dos jihadistas aumentou e um dos grupos extremistas tem ligações com o Estado Islâmico. Outro problema é a presença de cartéis de drogas em algumas áreas, o que torna a vida dos cristãos que trabalham com jovens mais difícil.

Desde 2017 os ataques do Estado Islâmico no país já deixaram 4 mil mortos e levaram cerca de 1 milhão de pessoas a se deslocarem da província de Cabo Delgado.

Leia também1 Cristão permanece preso por não se curvar à ideologia de gênero
2 Índia deve aprovar lei nacional anticonversão antes do Natal
3 Inglaterra: MP diz que "partes da Bíblia não são mais apropriadas"
4 39% dos americanos acreditam que estão no fim dos tempos
5 Novo filme de Marcelo Adnet zomba da fé dos evangélicos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.