Leia também:
X EUA: Pastor consola rabino após ataque em sinagoga

Escritora alerta sobre casos de depressão entre pastores

Ela conta como experimentou o poder de Deus após pensamentos de suicídio e tristeza profunda

Ana Luiza Menezes - 07/11/2018 17h09 | atualizado em 08/11/2018 09h35

Nos Estados Unidos, a cantora e autora de best-sellers, Sheila Walsh, tem alertado sobre o crescente número de pastores e líderes em depressão.Em seu novo livro, intitulado It’s Okay Not To Be Okay, ela compartilha sua própria batalha contra a depressão e pensamentos suicidas. A escritora revelou que foi após um período de grande tristeza que ela experimentou o poder de Deus.

Ela defende que a Igreja precisa “acordar” e ficar atenta ao grande número de pastores e líderes que estão enfrentando esse tipo de situação. Conhecida internacionalmente por suas obras e palestras sobre a Bíblia, Sheila contou ao site The Christian Post sobre o período mais difícil de sua vida.

Há 26 anos, ela chegou a procurar o setor psiquiátrico de um hospital. À época, a escritora foi diagnosticada com o quadro de depressão clínica, uma condição devastadora que tem afetado mais de 16 milhões de americanos em idade adulta.

– Naquela época, eu era uma das apresentadoras do programa de TV Clube 700, na Christian Broadcasting Network. Eu sabia como fingir uma ‘cara boa’ e me isolar das pessoas. Apesar de cercada por pessoas, e até um líder de ministério, eu estava desesperadamente solitária e deprimida – relatou.

DEUS ESTÁ PERTO
Durante seu tratamento no hospital, Sheila disse que ficou impactada ao perceber que a presença de Deus estava também ali, com ela, em meio à toda a dor que sentia.

– Houve uma profunda compreensão de que o Senhor está perto dos quem têm o coração quebrantado. É assim a depressão, você sente como se tivesse sido esmagado e quebrado. Mas é nessas horas que pode experimentar a presença de Deus. Quando as coisas dão errado pensamos que Ele nos deixou e que Ele não nos ouve, mas aprendi que mesmo nos lugares mais sombrios o tempo de Deus é perfeito e Ele promete Sua presença – disse.

A partir do que aprendeu, ela defende oito passos simples para que as pessoas sigam adiante. Sheila adverte, porém, que seu livro não é de autoajuda, mas sim sobre conselhos uma vez que tantas pessoas fazem perguntas.

POSIÇÃO ERRADA DA IGREJA
Ela defende ainda que os cristãos costumam se fechar por causa da certeza de que “Deus sabe de todas as coisas”. Porém, é necessário abrir o coração para Ele e falar sobre os sentimentos. Walsh também afirma que há um erro na maneira como a Igreja defende que o cristão não enfrenta problemas mentais ou emocionais.

– Nós envergonhamos essas pessoas e fazemos com que elas pensem que há algo de errado com elas. Conversei com cônjuges e pais de pessoas que cometeram suicídio e eles contaram que a igreja deles disse que não acreditava que era certo procurar tomar remédio para esses casos. As pessoas diziam que orariam por eles, porém essa condição não é curável e sim tratável. A medicação corrige seu cérebro, ajudando a funcionar bem para que você quem Deus te criou para ser – declarou.

ATITUDES PRÁTICAS
Sheila afirmou ainda que pastores e líderes de ministérios são muito suscetíveis a experimentar esgotamento, depressão e outros problemas emocionais. Ela garante que a igreja precisa apoiar mais as pessoas que estão em posições de liderança.

– Precisamos dizer aos nossos pastores que não fiquem envergonhados, e que não desistam porque a ajuda está à disponsição deles – concluiu.

Leia também1 EUA: Pastor consola rabino após ataque em sinagoga
2 Após atacar cristãos, Daniela Mercury processa pastor

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.