RJ: Escola Bíblica Dominical agora é patrimônio imaterial

Lei criada pelo deputado Samuel Malafaia foi aprovada pelo governador Wilson Witzel

Pleno.News - 11/01/2019 18h05

Escola Bíblica Dominical agora é patrimônio do Rio de Janeiro Foto: Reprodução

No ano em que a primeira Escola Bíblica Dominical no Brasil completa 164 anos, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, declarou a EBD como patrimônio imaterial da cidade. A decisão foi divulgada no Diário Oficial desta sexta-feira (11).

Lei aprovada pelo governador do Rio de Janeiro foi publicada no Diário Oficial Foto: Reprodução

O projeto de lei que originou a chancela foi criado pelo deputado estadual e pastor Samuel Malafaia (Democratas). Em sua argumentação, o deputado defendeu que a escola bíblica dominical é uma ferramenta para preparar crentes maduros capazes de produzir frutos. Através do ensino, a igreja leva seus alunos ao conhecimento da verdade e a experiências reais com Deus.

A primeira Escola Bíblica Dominical no Brasil foi instalada em 19 de agosto de 1855, na cidade de Petrópolis, na Região Serrana do Rio. O fundador foi o casal Robert Kalley e Sarah Poulton Kalley. Robert foi um médico e missionário escocês de denominação Congregacional. Atualmente, a residência deles deu lugar a uma escola particular, no Centro Histórico da cidade.

LEIA TAMBÉM+ Veja o que deve mudar com o decreto de armas de Bolsonaro
+ Causas e efeitos do Brasil ter saído do Pacto de Migração
+ RJ: Cabo Daciolo pode se candidatar a prefeito em 2020


Clique para receber notícias
WhatsApp
Envie sugestões por WhatsApp
+55 (21) 97150-9158