Leia também:
X STF quer derrubar lei que obriga Bíblia em escolas e bibliotecas

Em missa com presos, Papa diz que compartilhar bens ‘não é comunismo’

Pontífice disse que primeiros cristãos não tinham o conceito de propriedade privada e compartilhavam tudo

Ana Luiza Menezes - 11/04/2021 16h01 | atualizado em 11/04/2021 17h47

Papa Francisco Foto: Reprodução

Neste domingo (11), o papa Francisco celebrou a missa do ‘Domingo da Misericórdia’ com presos, refugiados e profissionais da saúde, em uma igreja próxima à Praça de São Pedro.

Na missa, o pontífice disse que os primeiros cristãos não tinham o conceito de propriedade privada e compartilhavam tudo. As informações são do portal G1.

– Isso não é comunismo, mas puro cristianismo – falou.

Ele ressaltou ainda a importância da misericórdia.

– Não podemos permanecer indiferentes. Não podemos viver uma meia fé, que recebe, mas não dá (…). Tendo recebido misericórdia, vamos nos tornar misericordiosos – declarou.

Segundo a agência de notícias France Presse, o papa não usou máscara durante a missa, que contou com cerca de 80 participantes, entre eles presos de dois presídios de Roma e de um centro de detenção de jovens, além de refugiados da Síria, Nigéria e Egito.

Leia também1 Pandemia leva papa a cortar salários de cardeais e clérigos
2 Vaticano reafirma que não pode abençoar uniões homossexuais
3 Lula agradece Foro de São Paulo, papa e presidente da Argentina
4 Papa Francisco diz que mulheres "levam a história adiante"
5 Papa descarta voltar à Argentina e diz imaginar a morte em Roma

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.