Leia também:
X Vamos para o outro lado

Ebook mostra a importância do cristão se envolver na política

A Bíblia, o Cristão e a Política tem distribuição da MK Books

Rafael Ramos - 25/09/2020 10h47

Leitura mostra que religião e política se misturam sim Foto: Reprodução

Com prefácio do juiz federal William Douglas, o bispo Fábio Sousa, da Igreja Fonte da Vida, apresenta o ebook A Bíblia, o Cristão e a Política. Lançado no formato físico pela Editora Vida, o livro digital está nas principais plataformas com distribuição da MK Books.

Com experiência na vida pública, onde já atuou como deputado estadual e federal e vereador, Fábio explica que a principal motivação para escrever o livro foi a necessidade de que “os verdadeiros cristãos participem ativamente da política, do centro do poder e das tomadas de decisões”. O autor afirma que é necessário que o cristão entenda seu papel nesse processo que ele define como “ideológico, filosófico e bíblico”.

A Bíblia, o Cristão e a Política está disponível em ebook Foto: Reprodução

Líder do ministério Eu Escolhi Esperar, o pastor Nelson Junior foi uma das pessoas que teve acesso ao ebook e escreveu como a sua mentalidade mudou acerca da relação entre política e religião .

– Eu acreditava na máxima que política e religião não se misturam. Por esse e outros fatores, sempre detestei a política, como grande parte dos brasileiros. Com o tempo, buscando em Deus e na Bíblia, descobri que eu e todos os que pensavam como eu, estávamos equivocados. Quando conheci o Fábio Sousa, pude perceber que é plenamente possível existirem homens íntegros, tementes a Deus, relevantes na política.

Leia também1 Pastor lança devocional baseado no livro de Salmos para a família
2 Helena Raquel apresenta série sobre as mulheres da Bíblia
3 Pastor fala sobre o exercício da liderança em ebook
4 Cindy Jacobs encoraja as mulheres em novo ebook
5 Ebook incentiva a reconstruir a vida perante as crises

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.