CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Ex-paquito da Xuxa realiza obra missionária na África

Seja um rosto forte na multidão

Robson Rodovalho - 04/07/2020 08h00

Uma vida ordinária é uma vida onde a pessoa ainda não se despertou para aquele propósito para o qual ela foi criada, para o qual ela foi gerada em Deus. Trabalha, estuda, se forma, tem família, mas não tem a plenitude da compreensão do propósito de Deus para a sua vida. E uma vida ordinária e sem propósito é uma vida cinza, sem brilho, é uma vida cansada e não é isso que Deu tem para você. Deus te fez para as coisas grandes.

“Assim diz o SENHOR: Onde está a carta de divórcio de vossa mãe, pela qual eu a repudiei? Ou quem é o meu credor a quem eu vos tenha vendido? Eis que por vossas maldades fostes vendidos, e por vossas transgressões vossa mãe foi repudiada. Por que razão vim eu, e ninguém apareceu? Chamei, e ninguém respondeu? Porventura tanto se encolheu a minha mão, que já não possa remir? Ou não há mais força em mim para livrar? Eis que com a minha repreensão faço secar o mar, torno os rios em deserto, até que cheirem mal os seus peixes, porquanto não têm água e morrem de sede. Eu visto os céus de negridão, pôr-lhes-ei um saco para a sua cobertura. O Senhor DEUS me deu uma língua erudita, para que eu saiba dizer a seu tempo uma boa palavra ao que está cansado. Ele desperta-me todas as manhãs, desperta-me o ouvido para que ouça, como aqueles que aprendem. O Senhor DEUS me abriu os ouvidos, e eu não fui rebelde; não me retirei para trás. As minhas costas ofereci aos que me feriam, e a minha face aos que me arrancavam os cabelos; não escondi a minha face dos que me afrontavam e me cuspiam.
Porque o Senhor DEUS me ajuda, assim não me confundo; por isso pus o meu rosto como um seixo, porque sei que não serei envergonhado”. (
Isaías 50:1-7)

A gente pensa que a palavra discípulo apareceu com Jesus no Novo Testamento, onde Jesus recrutou os 12 discípulos para estar com Ele, mas não, ele aparece no livro de Isaías onde ele diz: “Tu me chamastes como discípulo“. E o propósito da vida dele era ser discípulo.

Mas quais são as características de um discípulo? Um alguém que tem um propósito em sua vida. Porém, o seu propósito não precisa ser de um discípulo no conceito moderno da palavra, mas um discípulo no conceito de que você vai andar com Deus, vai descobrir o seu chamado, vai descobrir a sua missão e não vai voltar atrás. Você não vai recuar nunca, vai sempre avançar.

Três coisas são propostas nesse texto: O Senhor deu língua de erudito, ouvido de discípulo e rosto de seixo, que é face de pedra. Então, existem três características que precisamos ter para estabelecer o propósito de Deus em nossas vidas: rosto de pedra, ouvido de discípulo e os lábios de erudita.

Rosto de pedra: um rosto determinado. Pedra na Bíblia é força, determinação. O rosto de pedra não se move, não se abala. Ele não se altera em circunstância alguma. O rosto é expressão da alma, reflete o nosso coração, o nosso interior. Se o rosto está feliz, sorridente, você sabe que a pessoas estão em paz, mas se o rosto está depressivo, pesado, fechado, você sabe que a pessoa está passando por problemas. Então, que a partir de hoje você tenha um rosto de pedra. Você vai olhar o seu propósito, amar o seu propósito. Nada vai mudar a sua face, porque você tem uma aliança com o seu propósito. O rosto reflete a convicção, e Jesus era assim.

O rosto é resultado da alma, do seu interior e o nosso interior é formado por duas coisas: pela visão e por aquilo que a gente escuta. Então ele disse: “Meu rosto é de seixo, porque todos os dias Deus me ensina. Todos os dias o meu ouvido é instruído como discípulo”. E toda vez que você deixa Deus falar com você. Quando você tem a capacidade de receber uma Palavra. De não agir sem nenhuma circunstância ou direção divina, você se torna esse tipo de homem e mulher porque a vida bate na gente com notícias ruins, contrariedades, desgostos. Isso acontece todo dia e diante disso, como você se fortalece? Quando Deus fala com você.

O rosto tem que ser de pedra, porque ninguém está vendo a sua intimidade com Deus. As vezes, a gente assiste filmes, novelas em que mostra Moisés como uma rocha, rocha do rosto, que é de pedra, mas por dentro ele tinha as suas dúvidas, os seus medos, seus questionamentos. O problema é que não mostram Moisés de joelho, orando, na sua intimidade clamando a Deus. Assim também é com você, quando Deus te instrui, quando Deus fala com você. Ninguém te vê chorando, clamando a Deus. Eles só veem o rosto de seixo, o rosto determinado, e é assim que tem que ser mesmo, porque ninguém valoriza as suas orações, as suas lágrimas, aliás, não derrame lágrimas lá fora, porque não vale nada. Lágrimas lá fora é sinal de gente mole, agora lágrimas no altar do Senhor é sinônimo de gente dependente de Deus.

O rosto revela a sua determinação, a sua aliança, o seu compromisso, o que está na sua profundidade. Revela o nível de compromisso com o seu propósito. E você vai ser assim: um rosto forte, de pedra, podem falar, podem te ilustrar, de criticar, podem fazer o que for porque você não vai mudar.

 

Robson Rodovalho é doutor em Física e Espiritualidade pela Universidade Cristã da Flórida, além de fundador, bispo e presidente mundial da Igreja Evangélica Sara Nossa Terra e da Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil.

Leia também1 A arma do cristão é a oração
2 Aliança é mais forte que paixão
3 Sua vida só precisa de um plano “A” que está em Deus

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo