Leia também:
X O Poder da Sua Palavra

Quando oramos

oração

oração Foto: Pixabay

Israel Belo - 04/01/2021 05h00 | atualizado em 04/01/2021 09h51

Porventura também tornarás tu vão o meu juízo, ou tu me condenarás, para te justificares? ” Jó 40:8

Q

uando oramos, devemos ter a atitude de quem aprende, e não de quem ensina. Infelizmente, em nossa ansiedade, muitas vezes oramos ensinando a Deus como ele deve agir. Devemos trilhar a caminhada bíblica.

Quando orarmos, deveremos entregar o problema a Deus, que é sábio, santo e soberano. Quando orarmos, deveremos confiar que a questão está em mãos melhores do que as nossas.

Quando orarmos, deveremos estar prontos para ouvir “sim, agora”, “agora, não” ou “espere um pouco”. Quando orarmos, deveremos desejar aprender o que Deus tem para nós, o que implica paciência e comunhão.

Quando orarmos, deveremos saber que Deus não tem de nos dar explicações. Quando orarmos, deveremos manter nosso coração ajoelhado, como homens e mulheres que não cobram, mas pedem e esperam.

Oração é a atitude do aluno diante do mestre. O aluno fala, mas quem ensina é o mestre. Oração vem da alma confiante de que Deus sabe do que e de quando precisamos.

Israel Belo é graduado em Teologia e em Comunicação, pós-graduado em História, mestre em Teologia e doutor em Filosofia.

 

Leia também1 Alerta: Automutilação é sinal de grave sofrimento emocional
2 Fiocruz: Brasil já identificou 40 linhagens do novo coronavírus
3 Fernandinho participa de evento cristão dos Estados Unidos
4 Polícia espera resolver caso Madeleine McCann em 2021

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.