Leia também:
X As emoções estão saudáveis?

Problemas criados pelo desequilíbrio emocional

Problemas criados pelo desequilíbrio emocional

Problemas criados pelo desequilíbrio emocional /Foto: Pixabay

Ângelo Éder Collares - 17/09/2020 05h00

Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós. ” Efésios 4:31

M

anter o equilíbrio emocional é como um muro de defesa contra os problemas. Não controlar o espírito, é ser presa fácil dos impulsos e paixões. A jornada de crescimento emocional e espiritual é um desafio para a vida toda.

Sabemos que é comum a variação de nosso estado emocional, mas é um perigo permitir que essas variações interfiram na confiança que temos em Deus.

Um bom remédio para aprimorar as emoções é nos desenvolvendo na “arte de ouvir”, seguindo o conselho que está em Tiago 1:19 “Todo homem seja pronto a ouvir, tardio para falar e tardio para se irar”. Então, demore para responder, não reaja impulsivamente, primeiro reflita, deixe passar tempo para o aborrecimento diminuir. O sábio reflete, mas o tolo dá vazão à sua ira.

O profeta Elias, um gigante na fé que confrontou o rei Acabe, que venceu os 750 profetas de Baal e Astarote, dias depois, fugiu com medo diante das ameaças da rainha Jezabel. Fugiu para o deserto, pediu a morte, foi parar na caverna, lugar para onde Deus não o havia mandado. Ouviu de Deus: “Que fazes aqui?”.

Há muita gente hoje que precisa ouvir essa pergunta: “o que você está fazendo?”. Deus mandou Elias voltar pelo caminho por onde veio. Muitas pessoas precisam fazer o caminho de volta, pois enveredaram pelo cipoal das emoções desequilibradas.

O apóstolo Pedro teve problemas com seu desequilíbrio emocional: afundou no mar depois de começar a caminhar sobre as águas; quis impedir Jesus de ir à cruz, sendo repreendido por dar lugar ao diabo; cortou a orelha de Malco, o servo do sacerdote; disse que estava pronto a morrer – negando o mestre logo depois. Depois que Jesus ressuscitou Pedro foi restaurado, tendo dado muito trabalho ao Senhor.

Como Pedro, há muita gente precipitada hoje em dia. Vivem ao sabor das emoções, que variam com as circunstâncias. Emoções desequilibradas nos causam muitos problemas. Muitos relacionamentos podem ser prejudicados.

Já que ninguém quer passar vergonha por ser um desequilibrado, o que falta para começar a trabalhar o próprio comportamento?

Ângelo Éder Collares é graduado em Teologia e Psicologia, especialista em Docência Superior e mestre em Educação. Atua como pastor da Igreja Batista de Viçoso Jardim, Niterói, Rio de Janeiro.
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.