Perdoar é preciso!

Perdoar é preciso!

Perdoar é preciso! /Foto: Pixabay

Izilda Portela - 10/01/2020 05h00

E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores.” Mateus 6:12

É

mais fácil falar sobre o perdão do que perdoar. Já pensou se Deus levar em consideração o nosso desejo contido na citação acima, baseada na Oração do Pai Nosso? Seríamos de fato perdoados? Teríamos sobre nós a misericórdia do Pai?

Alguns de nós afirmamos que é mais fácil pedir perdão do que perdoar! O escritor Philip Yancey afirma: “Apenas a experiência de sermos perdoados capacita-nos a perdoar os outros”. Quando avaliamos o quanto erramos e, mesmo assim, fomos justificados pelo Senhor, reconhecemos que é preciso decidir “quero querer perdoar”.

Como poderíamos não perdoar uns aos outros à luz de tudo o que Deus nos perdoou? Nós merecíamos castigo e fomos perdoados pelo sangue de Jesus; merecíamos a ira de Deus e recebemos a Sua graça; merecíamos a separação definitiva de Deus, mas Ele não desistiu de nós. O evangelho da graça começa e termina com o perdão! POR QUE, ENTÃO, SE TORNA TÃO DIFÍCIL PERDOAR?

É preciso reconhecer que o perdão é coisa séria: ou perdoa ou adoece. Aí vemos que a única coisa mais difícil do que o perdão é a alternativa. O perdão é uma necessidade alternativa para aqueles que desejam viver de forma saudável: perdoa ou adoece; perdoa ou não tem paz; perdoa ou não é perdoado.

A nossa sociedade está doente porque está mergulhada em mágoas e ressentimentos, e principalmente por não se apropriar dos princípios de Deus em sua maneira de viver. É preciso ter “olhos curados pela graça” para ver o potencial nos outros para a mesma graça que Deus tão bondosamente nos concedeu.

A Bíblia nos orienta a pedir a Deus que “sonde os nossos corações… veja se há algum caminho mau e nos guie pelo caminho eterno” (Salmo 139:23,24).

Reflita, neste momento, se você guarda em seu coração mágoa ou rancor de alguém e peça a Deus, em oração, que livre você de tal sentimento. O perdão é o único remédio capaz de libertar a alma do cárcere da tristeza e sarar a profunda ferida. O perdão é um poderoso instrumento de Deus para curar as feridas e eliminar a infecção que nos causa tanta dor.

Convido você agora a abrir a sua Bíblia e ler Mateus 18:21-35. Então, reflita sobre o perdão que recebemos de Deus, destacando algumas lições que poderão auxiliá-lo no processo de perdoar:

  • O perdão de Deus é completo e justo;
  • O perdão de Deus é incondicional;
  • O perdão de Deus é baseado em Sua compaixão;
  • O perdão de Deus não é barato.

A única forma de Deus nos perdoar foi Ele mesmo sofrer as consequências do nosso pecado. Assim, O PERDÃO QUE DEVEMOS OFERECER É O MESMO.

Entregue o seu coração, os seus sentimentos e suas emoções ao Senhor. Acredite, O PERDÃO PRODUZ CURA!

Izilda Portela é graduada em Jornalismo, pós-graduada em Terapia de Família e em Liderança Avançada pelo Instituto Haggai Singapura.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo