CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Rapper cristão integra ação para ajudar pessoas sem-teto

Em tempos difíceis: Basta, a cada dia, o seu mal 

Gilton Medeiros - 08/04/2020 05h00

Em tempos difíceis, lembre-se: Basta, a cada dia, o seu mal!

“Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.” Mt 6.34

Nós sofremos, muitas vezes, por causa das dores e tristezas do passado. Outras vezes, choramos as feridas do presente. Mas, sem precisar, sofremos também por conta das inquietações que cultivamos em relação ao amanhã! “O que será de mim?” perguntamos apavorados! Será que…? Assim, tomados de preocupações, vivemos a dor do que poderá – ou não – acontecer!

A pandemia do Covid-19 (coronavírus) tem produzido, entre outras consequências funestas, um verdadeiro surto de ansiedade em relação ao que poderá acontecer. Afinal, tudo está em suspenso e passível de mudanças – saúde, vida, emprego, renda, relacionamentos – enfim, o futuro está como nunca, incerto.

Como agir num cenário de tantas instabilidades? O que fazer para não continuar sofrendo com o que ainda nem aconteceu? Jesus orienta e nos dá a direção segura: “Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.” (Mt 6.34). Ou, em outras palavras: não há nada que eu ou você possamos fazer em relação ao que há de acontecer. Por mais que queiramos planejar, precaver, preparar ou mesmo garantir, nada nos assegura de que os nossos cuidados serão suficientes ou mesmo adequados!

E, se não devemos nos preocupar com o que está fora de nosso controle, o que devemos (ou podemos) fazer? A resposta vem da Bíblia que nos orienta: “Ponha a sua vida nas mãos do Senhor, confie nele, e ele o ajudará.” (Sl 37.5). Três ações que precisam ser consideradas, refletidas e praticadas:

Ponha a sua vida nas mãos do Senhor – Se queremos parar de sofrer, de viver a angústia e a inquietação quanto ao amanhã, a atitude é entregar o controle de nossas vidas (as decisões e as escolhas) a Deus. Só ele sabe o que é melhor para nós (Rm 12.2)!

Confie nele – Confiança é entrega, é renúncia e disposição para seguir sem medo ou reservas, os ensinos e os mandamentos do Senhor. Jesus disse: “A pessoa que aceita e obedece aos meus mandamentos prova que me ama. E a pessoa que me ama será amada pelo meu Pai, e eu também a amarei e lhe mostrarei quem sou.” (Jo 14.21).

E ele o ajudará – Como resultado das atitudes anteriores, temos a promessa de que o Senhor nos ajudará. E o que me cabe, então, fazer? Receber de bom grado e com alegria a ajuda misericordiosa do Senhor!

Não sofra pelo amanhã. Deixe que o Senhor cuide do porvir e descanse em suas promessas!

OraçãoSenhor, tenho medo do futuro e do que está reservado para mim. Me ajude a confiar no Senhor Jesus e no seu cuidado! Por Jesus, amém!

 

Pr. Gilton Medeiros é diretor executivo do Ministério Vida Radiante, coordenador do Congresso da Terceira Idade – Vida Radiante, editor do Jornal Novas e escritor.

Leia também1 Em tempos difíceis: Não há dor que dure para sempre
2 Em tempos difíceis: Deus continua no controle
3 Eu tenho esperança!

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo