Doar-se

Israel Belo - 09/06/2019 10h00

“Tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; eu era forasteiro, e vocês me hospedaram; eu estava nu, e vocês me vestiram; enfermo, e me visitaram; preso, e foram me ver”. (Mateus 25.35-36)

Não se mede uma pessoa por seu temperamento.
Não se mede uma pessoa por sua capacidade de comunicação interpessoal.
Não se mede uma pessoa por sua habilidade em mexer com números, palavras, músculos ou instrumentos.
Não se mede uma pessoa por sua competência em estabelecer e alcançar metas.
Não se mede uma pessoa por sua destreza em juntar fama, dinheiro ou poder.
Mede-se uma pessoa por sua generosidade.
Uma pessoa generosa é grande e deve ser aplaudida, embora não busque o palco.
Uma pessoa egoísta é digna apenas do esquecimento, até que morra agarrada ao que tem.
Uma pessoa generosa percebe a necessidade do outro e se alegra por fazer algo para supri-la. Ela se junta, sem alarde, aos que querem abrigar, agasalhar, alegrar, alimentar, apoiar o outro.
Uma pessoa é generosa porque não se considera melhor ou superior ao outro, a quem vê como igual, conquanto temporariamente fragilizado.
Uma pessoa generosa reconhece que tudo o que tem recebeu de Deus e, como forma de agradecer, doa.
Uma pessoa generosa sabe que a miséria do outro atenta contra a justiça e, como forma de demonstrar seu amor a Deus, serve o próximo.
Uma pessoa generosa tira dinheiro do bolso e distribui, tira tempo da agenda e gasta, tira conhecimento do cérebro e compartilha, tira afeto do coração e se dá.

 

Israel Belo é pastor da Igreja Batista Itacuruçá, na Tijuca, Rio de Janeiro, graduado em Teologia e Comunicação, pós-graduado em História, mestre em Teologia e doutor em Filosofia.

LEIA TAMBÉM+ Não se mexe em time que está ganhando
+ Eu tenho esperança!
+ Há alguém que se importa comigo!


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo