Leia também:
X Papa dedica 1ª missa do ano às mulheres vítimas de violência

A oração de intercessão

Joaquim de Paula Rosa - 02/01/2020 05h04

A prática da oração deve ocupar lugar de destaque na vida cristã. O apóstolo Paulo ordena “Orem sem cessar.” (I Ts 5:17).

Nossas orações podem estar categorizadas sob os temas de 1. Adoração; 2. Louvor; 3. Ação de Graças; 4. Santificação; 5. Intercessão; 6. Petição; 7. Consagração. Sejam 5, 10, 30 minutos ou uma hora em nosso hábito e prática de oração, uma ou duas dessas sete ênfases ocuparão a maior parte do tempo, sem que percamos de vista as demais categorias.

Hoje, daremos destaque à quinta prioridade, a ORAÇÃO DE INTECESSÃO. Interceder, é estar entre duas pessoas, rogando a uma, favores em relação à outra pessoa. Depois de Adorar, de Louvar, de Agradecer e cuidar de nossa própria santificação, vem a prioridade da Intercessão. Nessa hora, nós, sendo filhos de Deus, e discípulos de Jesus Cristo, estamos em condições exercermos nosso “sacerdócio cristão”, a exemplo do próprio senhor Jesus.

Em Isaias 59:15-16, lemos “16 Viu que não havia ninguém e maravilhou-se de que não houvesse um intercessor; por isso, o seu próprio braço lhe trouxe a salvação, e a sua própria justiça foi o seu apoio.” Deus está buscando entre nós, seus filhos, INTERCESSORES.

A tarefe de interceder permeia toda a Bíblia. Tanto no Primeiro quanto no segundo Testamento encontramos santos e santas intercedendo. A oração modelo de intercessão é vista na vida do próprio Cristo, em João, capítulo 17. Lá aprendemos que “9 — É por eles que eu peço; não peço pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus.(…) 15 Não peço que os tires do mundo, mas que os guardes do mal. (…) 20 — Não peço somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por meio da palavra que eles falarem, 21 a fim de que todos sejam um. E como tu, ó Pai, estás em mim e eu em ti, também eles estejam em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.”

PRATICANDO A INTECESSÃO:

Faça, em papel ou em arquivo eletrônico, uma relação de pessoas e/ou causas pelas quais você deva levar à presença de Deus em oração. Distribua os motivos pelos sete dias da semana. Determine um tempo em que vai estar intercedendo junto a Deus. Em cada motivo ponha data de início e fim. Em cada motivo faça uma breve descrição do que Deus fez. Depois de alguns meses ou anos, você terá provas sobejas do que Deus é capaz de fazer. Experimente!

Joaquim de Paula Rosa é pastor, membro da Primeira Igreja Batista em Botafogo, na cidade do Rio de Janeiro, onde é responsável pelo Ministério de Língua Inglesa, é coordenador geral da OMEBE (Ordem dos Ministros Evangélicos no Brasil e no Exterior), bacharel em Teologia, jornalista, especialista em Crescimento de Igreja, Evangelização Pessoal e Discipulado Cristão, é membro da AELB (Academia Evangélica de Letras do Brasil) e da ABME (Associação Brasileira de Mídias Evangélicas).

Leia também1 As linguagens da amizade
2 Xô, passarinho
3 Felizes são os que agradecem

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.