A lógica da graça

Évilin Bastin - 07/02/2019 05h00


“… lembrando as palavras do próprio Senhor Jesus, que disse: ‘Há maior felicidade em dar do que em receber'”.
Atos 20.35

Se eu colocasse aqui apenas a música de Gerson Borges “A Glória de Deus é Compartilhar” a devocional já estaria completa. Doar-se por alguém gera vida, gera fé, trás amor e alegria a quem recebe e a quem doa. São palavras de Jesus para as quais a gente não dá muita atenção.

Nossos tempos são os últimos, nos quais somos amantes de nós mesmos, cada vez mais enredados em necessidades fabricadas pela mídia, por nossos próprios desejos excessivos (concupiscências), por vendedores de falsas soluções.

A lógica do mundo poderia ser gerida não pela lógica monetária, fruto do nosso egoísmo e vontade de viver cada vez mais em um reino próprio e fabricado, cheio de posses materiais, mas muitas vezes vazio de amor e comunhão. Poderíamos viver na lógica do escambo, da troca e complementação. Mas, num mundo onde há egoísmo e preguiça, isso seria o caos, certo?

Como romper, como agente de Deus na cultura e contra a cultura, esse mal tão enraizado em nós? Que traço dessa fé subversiva (para entender mais sobre a fé subversiva, leia o livro de mesmo título de Eugene Peterson) pode se fazer ver a partir do seu dia a dia?

Como dar sem escravizar-se, sem alienar os outros a respeito dos meios de produção e do vício do assistencialismo? Como influenciar nossa sociedade com a lógica da graça?

Évilin Bastin é formada em Comunicação Social pela UFRJ e em Teologia pelo STBSB. Atuou como missionária pela JOCUM em diversos países e pela JMM na Índia por 3 anos. Atualmente é líder do ministério com estrangeiros na Gateway Community Church, estado de Wisconsin, EUA.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo