CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Igreja promove conferência de avivamento no carnaval

A Igreja de Cristo é local de acolhimento

Há muitas pessoas neste planeta que escolheram viver fora dos padrões eternos de Deus, mas eles precisam de uma Igreja como Cristo a fundou, que seja um local de acolhimento

Igreja lugar de acolhimento

Igreja lugar de acolhimento Foto: Pixabay

Marcos Luis Lopes - 20/02/2020 05h00

E levantando-se, foi para seu pai. Estando ele ainda longe, seu pai o viu, encheu-se de compaixão e, correndo, lançou-se ao seu pescoço e o beijou. ” Lucas 15:20.

D

 

eus ama os seres humanos incondicionalmente, suas criaturas, feitos menores um pouco do que os anjos, tendo desse a eternidade um plano perfeito de reconciliação perene. Contudo, o ser humano teima em ser autônomo; quando somos chamados para sermos autômatos e para isto precisamos vivenciar o acolhimento.

Adão e Eva se perderam nesta caminhada do acolhimento, desejando ser igual a Deus. Abraão e o povo que dele foi formado rejeitou tornar benditas todas as famílias da terra, através da fé,
preterindo as pessoas. A Igreja desta pós-modernidade tão preocupada com seus dogmas, estéticas, programas, prefere ficar ensimesmada no seu pomposo templo, deixando de fora as pessoas, que não pertencem ao seu quadrado.

Jesus, o Cristo, veio para os doentes e veio trazer alívio aos cansados e sobrecarregados, acolhendo pessoas que eram rejeitadas pelos religiosos de sua época. Hoje, lamentavelmente, nós somos os fariseus e os escribas deste século. Onde estão os bons samaritanos? Aqueles que entenderam que religião é aproximar pessoas do Eterno?

Na parábola do filho pródigo, aquela volta para casa era temerária. Aquele filho quando exigiu sua parte na herança, desejou a morte do seu pai. Voltar à casa do pai era sua sentença de morte, pelos moradores do vilarejo. Mas, o amor do pai, quebra a condenação e quebra paradigmas. Era indigno um idoso correr em público, mas ele correu para salvar o filho. O pai se lança ao pescoço do filho, o protegendo, e o beija, o perdoando, dando publicidade ao seu perdão. Lindo exemplo de acolhimento.

Há muitas pessoas neste planeta que escolheram viver fora dos padrões eternos de Deus, mas eles precisam de uma Igreja como Cristo a fundou, que seja um local de acolhimento. Você está
disposto a ser esta Igreja?

Marco Luis Lopes é pastor batista, docente em seminários teológicos, administrador e mestrando em Economia Empresarial.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo