Leia também:
X Kleber Lucas se solidariza com Daniela Araújo

A dor que produz cura

Oseias 6:1 “Venham, voltemos para o Senhor. Ele nos despedaçou, mas nos trará cura; ele nos feriu, mas sarará nossas feridas”.

A dor que produz cura

A dor que produz cura / Foto: Pixabay

Marcelo Martins - 09/08/2017 05h00

Venham, voltemos para o Senhor. Ele nos despedaçou, mas nos trará cura; ele nos feriu, mas sarará nossas feridas”. Oseias 6:1

Existe um círculo vicioso que delineia o comportamento humano em relação a Deus. Quando os problemas batem à porta, as pessoas correm para o Senhor; sentam-se nos primeiros bancos da igreja, levantam as mãos, adoram entusiasmadas. Contudo, assim que o nó da dificuldade afrouxa um pouco, as mesmas pessoas que ontem choravam, quebrantadas diante de Deus, hoje mergulham mais fundo nos mesmos erros.

Deus nunca rejeitará quem o procura. As misericórdias do Senhor sempre cobrirão nossos pecados. Mas até quando ficaremos nesse vaivém? O amor que os pais sentem pelos filhos é inquestionável. Agora, se os filhos insistirem em desobedecer e seguir por caminhos obscuros, uma hora os pais vão deixar… É a história da criança que quer pular do sofá mesmo sabendo que não pode. Quando a mãe vira as costas, ela pula e se machuca. A mãe vai abraçá-la, com certeza. Mas não poderá tirar a dor nem apagar a cicatriz.

Pense comigo. Toda vez que buscamos a Deus apenas quando estamos passando por dificuldades, é como se tomássemos um analgésico forte para tratar um câncer. De fato, teremos um alívio imediato dos sintomas, porém a enfermidade permanecerá ali, alastrando-se pelo corpo. E o final pode ser mais triste do que a gente imagina.

Na época do profeta Oseias, o povo de Israel vivia uma era de fartura; por isso, não queria nem saber de Deus. Entretanto, nos trinta anos seguintes, o país entrou em declínio. A imoralidade afetou a economia e o governo. O resultado: Deus permitiu que o exército assírio invadisse a nação de Israel e a destruísse. Foi nesse contexto que Oseias descreveu o coração de Deus: “Venham, voltemos para o Senhor. Ele nos despedaçou, mas nos trará cura; ele nos feriu, mas sarará nossas feridas”. A dor que os israelitas sentiam seria a mesma que Deus usaria para trazê-los de volta à Sua presença.

Ainda que a dor seja um instrumento de Deus, não precisamos passar por isso! Deus não quer que passemos por isso! Mas Ele não pode fazer nada enquanto o nosso coração estiver distante dele. O tempo corre sem parar… Dê uma olhada no calendário. Daqui a pouco o ano acaba, e o que você fez da sua vida espiritual?

O que podemos aprender?

E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração”. Jeremias 29:13

Ainda dá tempo. Não desista de buscar a Deus pelo que Ele é. Não desista de ter uma vida que preza pela verdade. Permita que Deus envolva sua vida em todos os sentidos possíveis.

Hoje, as pessoas se deleitam em prazeres e mais prazeres. Afinal, Deus está logo ali. Haverá um tempo, porém, em que muitos desejarão tão somente fazer uma simples oração… Que, infelizmente, não será respondida.

Vamos conversar com Deus?

Senhor Deus, nosso maior prazer é te adorar e te servir com alegria. Mas as experiências neste mundo tentam nos afastar de ti. Pai, não queremos te buscar só quando as lutas nos envolvem; queremos permitir que o Senhor faça parte da nossa vida em tudo. Assim oramos, em nome de Jesus Cristo. Amém”.

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.