Leia também:
X Ferber: ‘Na tomografia da Palavra de Deus, estou curada’

Começa na Califórnia a “maior reunião de católicos dos EUA”

Congresso de Educação Religiosa vai reunir representantes de 22 países

Gabriela Doria - 21/03/2019 20h46

O Congresso de Educação Religiosa 2019, conhecido como a “maior reunião de católicos dos Estados Unidos”, começou nesta quinta-feira (21), no Centro de Convenções de Anaheim, em Los Angeles, na Califórnia. Ao todo, o encontro reúne representantes de 22 países.

Na sua 63ª edição e sob o lema “Sede de Justiça”, o evento analisará a ajuda a imigrantes centro-americanos na busca de asilo.

Também aparece na programação um discurso do arcebispo de Los Angeles, Monsenhor José Gómez, sobre o Sínodo da Juventude realizado em Roma. Além de uma exposição de arte sobre o arcebispo de San Salvador, Óscar Arnulfo Romero, que foi canonizado no ano passado.

O escritório de Educação Religiosa da arquidiocese de Los Angeles é o responsável por organizar o Congresso, que começou hoje com “O Dia da Juventude”.

A primeira jornada começou com uma missa celebrada pelo arcebispo de Los Angeles. Segundo os organizadores, o encontro de hoje reuniu cerca de 12.000 pessoas e incluiu oficinas, conferências e apresentações musicais dirigidas aos jovens católicos.

O orador principal desta jornada foi o sacerdote Mike Schmitz, da diocese de Duluth, em Minnesota, e capelão do Centro Newman na Universidade de Minnesota-Duluth.

Schmitz ministrou a conferência “Confiança imparável: confie em um mundo onde no final todos morrem”, na qual enfatizou a “segurança em Deus para enfrentar a vida diária e a morte inevitável”.

Leia também1 Físico brasileiro, Gleiser vence o "Nobel da espiritualidade"
2 Pastor brasileiro na Nova Zelândia comenta atentados
3 Conheça a história de cinco clássicos do Cantor Cristão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.