Leia também:
X Malafaia defende pastores e critica Globo: ‘Odeia evangélicos’

Clientes pedem e jovens do Retiro cantam e oram em pizzaria famosa

O restaurante Porto Cara de Mau fica em Gramado, no Rio Grande do Sul

Natalia Lopes - 23/05/2022 19h36 | atualizado em 23/05/2022 19h50

A pizzaria Porto Cara de Mau fica em Gramado Foto: Arquivo pessoal

Um fato muito curioso e abençoado aconteceu neste domingo (22) no restaurante Porto Cara de Mau, a pizzaria temática mais famosa de Gramado, no Rio Grande do Sul. O local é muito frequentado por jovens que encaram o local como uma balada, podendo fazer pedidos de músicas para os piratas dançarem.

Alguns clientes, ao verem influenciadores do grupo cristão O Retiro, que fizeram um tour pelo Sul do Brasil, pediram que a música Joquebede e Galileu fossem tocadas. Após a animação de todos, outro cliente pagou para que o grupo cantasse e orasse por todos os presentes.

A música escolhida foi Grande é o Senhor e a oração foi feita pelo evangelista Guilherme Batista.

– Nós temos quatro anos de existência e foi a primeira vez que alguém subiu no palco e fez uma oração, abençoou este lugar, distribuiu palavras positivas para as pessoas. Foi emocionante! Muito obrigado – agradeceu o capitão da pizzaria.

AFASTADOS
Heloísa, apresentadora do espetáculo, revelou que está há três meses afastada da Igreja e que sente muita saudade. Muito emocionada, ela recebeu uma oração e afirmou querer voltar para Jesus.

Conhecido como Avatar, um dos funcionários que trabalha caracterizado de pirata também está afastado da Igreja, e foi desafiado a cantar um hino da harpa. Ele aceitou o desafio e cantou Porque Ele Vive.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Pleno.News (@plenonews)

Leia também1 Jojo sobre Farofa da Gkay: "Não é ambiente pro meu marido estar"
2 Marido e filhos da cantora Elaine Martins sofrem acidente
3 Malafaia defende pastores e critica Globo: 'Odeia evangélicos'
4 Pastor Felippe Valadão reage a despachos postos diante do palco
5 Igreja é acusada de homofobia após não batizar homossexual

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.