Leia também:
X Canadá: Morte de mulher é 1ª ligada a vacina da AstraZeneca

China: Policiais invadem igrejas cristãs durante culto

Cristãos relataram que os agentes agiram de forma rude

Monique Mello - 27/04/2021 18h44 | atualizado em 27/04/2021 18h49

Igreja cristã na China é invadida por policiais Foto: Reprodução

A polícia chinesa invadiu a Igreja Xunsiding, na cidade de Xiamen, que realiza os cultos num espaço alugado dentro do Pacific Rim Hotel.

Segundo relatos de membros, os policiais bloqueavam a entrada da sala de conferências, verificando a temperatura de cada membro da igreja, anotando seus números de identificação, e fotografando.

Uma cristã reclamou que os policiais gritaram rudemente.

– “Qual é o seu nome?” A polícia gritava conosco como se fôssemos criminosos – disse.

Instantes depois, a polícia deteve mais de 100 cristãos em uma sala sem acesso a um banheiro. A ocorrência se deu em 17 de abril.

Uma semana depois, no domingo (25), outra igreja foi invadida pela polícia chinesa. Durante o culto da manhã, A Igreja Cristã da Colheita do Evangelho da Trindade, na cidade de Shenzhen, foi repentinamente atacada pela polícia local.

Polícia chinesa interrompe culto Foto: Reprodução/China Aid

Os pastores Mao Zhibin e Cao Yuan, os presbíteros Chu Huaiqing, Wu Lixin, Ren Ming e Le Yuan, e outros dois cristãos foram presos pela polícia e levados à Delegacia de Polícia de Bantian.

De acordo com os pastores, os policiais não apresentaram documentos formais e a intimidação foi de forma oral. Eles questionaram a polícia por violar a lei, porém foram tirados da igreja à força. As informações são do portal China Aid.

Leia também1 Joe Biden reconhece genocídio armênio e irrita Turquia
2 Cristão de 62 anos é martirizado por construir igreja no Egito
3 Pastores se unem no Planalto e oram pelo presidente Bolsonaro
4 Malafaia alerta contra divulgação de falsas profecias: "Pare de ser uma mini-Rede Globo"
5 Venezuela: Cristãos perseguidos são obrigados a comer Bíblia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.