Cantor gospel baleado canta o louvor Sobrevivi no hospital

Elyon Sosthenes conseguiu tomar seu primeiro iogurte

Pleno.News - 25/09/2019 13h05

Elyon Sosthenes tem demonstrado evolução em seu quadro clínico Foto: Reprodução

Internado há quase 80 dias, o cantor Elyon Sosthenes segue evoluindo em seu quadro clínico desde quando foi baleado na cabeça durante um assalto, em Duque de Caixas, na Baixada Fluminense. De acordo com Mariane Sosthenes, esposa do cantor, ele está estável e segue falando.

– O médico de plantão relatou para mim que Elyon não para de cantar a canção: “Tem coisa boa chegando, tem algo acontecendo e não importa o que eu sofri, o que importa é que eu sobrevivi”. Então, perguntei em que momento ele lembrou dessa canção e ele me disse que ouviu os médicos dizendo que ele não tinha mais jeito e que não tinha mais o que fazer por ele. Nesse momento Deus o fez lembrar dessa canção – relatou Mariane ao Pleno.News.

A esposa de Elyon ainda comemorou por ele ter conseguido tomar seu primeiro iogurte. Mariane afirma que “Deus está transformando tragédia em milagre” e pediu para que as pessoas continuem ajudando a família em oração.

Em sua homenagem, o amigo Cleber Almeida, presbítero e ministro de louvor da igreja da qual é membro, fez o vídeo abaixo.

Internado há quase 80 dias após ser baleado durante um assalto, Elyon Sosthenes segue evoluindo. A esposa do cantor afirmou que Elyon não para de cantar Sobrevivi: “Tem coisa boa chegando, tem algo acontecendo e não importa o que eu sofri, o que importa é que eu sobrevivi”. Para homenageá-lo, um amigo fez este vídeo. Saiba mais: https://pleno.news/fe/cantor-gospel-baleado-canta-o-louvor-sobrevivi-no-hospital.html#Sobrevivi #ElyonSosthenes #SarahFarias #PlenoNews

Posted by Pleno.News on Wednesday, September 25, 2019

Emocionada, a cantora Sarah Farias comentou que sempre recebe testemunhos por causa da música Sobrevivi. Sarah aproveitou para desejar melhoras ao cantor.

– Tenho a impressão que a Sobrevivi é aquele tipo de música que sempre vão me contar alguma história sobre ela. Essa semana, em Campinas, uma senhora de 80 anos me abraçou e disse que ora por mim por causa dessa música. É sempre assim ,de criança a idoso. O que me resta é agradecer a Deus por ter me dado essa canção. Eu sou apenas um mordomo que serve e administra o que é Dele. Fico feliz pela história do Elyon. Se ele sobreviveu é porque ainda é necessário aqui na terra. Deus tem coisas maiores para a vida dele e de sua família – declarou a cantora ao Pleno.News.

LEIA TAMBÉM+ Tataravô de 90 anos se batiza: "Nunca é tarde demais"
+ Prêmio Melhores do Ano Gospel reúne artistas em SP
+ Sarah Farias revela: "Eu cheguei a desistir, não queria gravar mais"


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo