Ateus processam juíza que deu Bíblia para mulher condenada

Grupo afirmou que atitude da magistrada violou a "separação constitucional entre Estado e igreja"

Pleno.News - 09/10/2019 21h17

Juíza deu sua Bíblia a uma ex-policial condenada Foto: Tom Fox / Staff Photographer

Nos Estados Unidos, um grupo ateísta decidiu processar a juíza Tammy Kemp após ela ter dado sua Bíblia para uma ex-policial, que foi condenada. Seu gesto tinha o objetivo de incentivar Amber Guyger a ler o livro cristão na prisão.

Guyger foi condenada no início deste mês. Ela cumprirá 10 anos de pena pelo assassinato de seu vizinho. O crime foi praticado em setembro do ano passado, quando Amber entrou por engano no imóvel ao lado. O homem pensou que era um ladrão e para evitar ser morta, a ex-agente reagiu e acabou tirando a vida dele.

Ao entregar a Bíblia para Amber, no final do julgamento, Kemp destacou um versículo bíblico. Ela afirmou ainda que Deus tem um plano para a vida da condenada, apesar de tudo.

– Você pode ficar com ela [Bíblia], tenho mais três ou quatro em casa. Este será o seu trabalho para o próximo mês, bem aqui, João 3:16. Ele tem um propósito para você. Isso a fortalecerá. Você só precisa de uma pequena semente de mostarda da fé – disse a magistrada.

Para a Freedom from Religion Foundation, a atitude da juíza violou “a separação constitucional entre Estado e igreja”.

– Um juiz promovendo crenças religiosas pessoais enquanto age em sua capacidade oficial – alegou ainda o grupo ateísta por meio de um texto.

LEIA TAMBÉM+ Empresa vai lançar a "Netflix do Vaticano", a VatiVision
+ Pr. Lucinho lança ebook Manual de Loucuras por Jesus
+ Cristãos vão realizar Festa dos Tabernáculos, em Jerusalém


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo