Ataques violentos atrapalham viagens missionárias no Haiti

Voluntários conseguiram deixar o país nesta segunda-feira

Ana Luiza Menezes - 09/07/2018 18h02

Voluntários tiveram que deixar o Haiti Foto: Reprodução/Facebook

Voluntários de igrejas norte-americanas estão voltando para casa após terem ficado presos no Haiti durante confrontos de manifestantes contra o governo do país.

A última semana foi marcada por vários ataques que deixaram o país sem segurança.

Equipes de igrejas como Woodland Community e The Glade estiveram na cidade de Neply, recebidas pela organização My Life Speaks, e compartilharam pedidos de oração nas redes sociais.

No sábado (7), o grupo encontrou dificuldade para chegar até o aeroporto, em função do bloqueio de estradas, e teve que retornar para a zona rural onde estava.

Agências de notícias reportaram sobre a alta do combustível, cancelamento de voos e confrontos violentos no último fim de semana.

Na manhã desta segunda-feira (9), os jovens conseguiram chegar até o aeroporto da capital, Porto Príncipe, onde embarcaram para seu país de origem.

Tranquilizando os familiares, eles agradeceram o apoio e afirmaram que a viagem valeu a pena, apesar dos riscos e da antecipação da data de volta aos Estados Unidos.

LEIA TAMBÉM+ Franklin Graham sobre resgate: Continuem orando
+ "Estou recomeçando minha caminhada", diz Tonzão
+ Anderson Freire lança novo álbum no Espírito Santo