CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Jornalista Mariana Ferrão é diagnosticada com Covid-19

Apresentadora do SBT anuncia fake news sobre Universal

Lívia Andrade compartilhou boato de IURD estaria vendendo álcool em gel por R$ 500

Rafael Ramos - 26/03/2020 10h46

Lívia Andrade espalhou fake news sobre a Igreja Universal Arte: Pleno.News

O bispo Renato Cardoso, genro de Edir Macedo, usou as redes sociais, nesta quinta-feira (26), para denunciar a atitude da apresentadora Lívia Andrade, que, durante uma das edições do programa Fofocalizando, do SBT, acusou a Igreja Universal do Reino de Deus de vender álcool em gel ungido por R$ 500.

A própria igreja já havia desmentindo o caso e comprovou que a imagem que vinha circulando nas redes sociais não passava de mais uma fake news para atacar a IURD. Renato disse que a apresentadora induziu os telespectadores ao erro e manchou a imagem de uma instituição séria.

Durante o programa, a apresentadora Chris Flores concordou com Lívia e criticou líderes religiosos que têm mantido suas igrejas funcionando. Renato lamentou a postura de Chris e disse que ela “entrou de gaiata” na história visto que ela já foi funcionária da Record e conhece o bispo Edir Macedo pessoalmente.

No programa seguinte, durante um quadro em que se falava sobre o que é fato e fake diante da pandemia do coronavírus, Lívia admitiu ter compartilhado uma notícia falsa sobre a Universal e aproveitou para se retratar.

– Mesmo sem citar nomes ou instituições religiosas, algumas pessoas se sentiram ofendidas até porque está existindo uma fake news envolvendo a Igreja Universal. Fizeram montagens de vídeos e fotos, mas está sendo provado que a Igreja Universal não está fazendo isso. Então, eu quero pedir desculpas a essas pessoas que se sentiram ofendidas. Mais importante nesse momento é a gente ficar junto nessa luta contra o coronavírus e continuar tendo cuidado com essa galera que tenta ganhar dinheiro com a boa fé das pessoas – falou a apresentadora.

https://www.instagram.com/p/B-LopRmAU0V/

O esposo de Cristiane Cardoso afirmou que a apresentadora do Fofocalizando não reconheceu seu erro por espalhar uma notícia maldosa que, segundo ele, manchou a reputação de pastores e líderes da Universal.

– Talvez isso sirva como um aprendizado para você refletir melhor lá na frente. Eu sei que pessoas públicas, num programa ao vivo, são induzidas ao erro e muitas vezes acabam falando o que não deveriam ter falado. Mas é muito importante a gente rever os nossos conceitos e preconceitos e verificar a fonte da notícia. Isso é be-a-bá de quem está na televisão – falou Renato.

O apresentador ainda mostrou um vídeo de outro líder religioso, identificado como pastor João do Glória, compartilhando a mesma fake news em um culto. Durante a ministração, João acusa a Universal de banalizar o Evangelho. Renato revelou que representantes da Universal foram expulsos da igreja do pastor ao tentar falarem com ele sobre o caso.

– Banalização do Evangelho é você deixar o Evangelho de lado no momento do culto e usar esse momento para espalhar falsa notícia. Vamos aprender, vamos ser mais justos, mais focados no que realmente interessa. Esse assunto induz muitas pessoas ao erro – finalizou.

Leia também1 Bolsonaro inclui atividades religiosas entre as essenciais
2 Diretor-geral da OMS já foi acusado de ocultar epidemias
3 Jornalista Mariana Ferrão é diagnosticada com Covid-19

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo