Leia também:
X No fundo do peito

Após investigação de desvio de doações, Afipe muda diretoria

Fundador da entidade, padre Robson, segue afastado das atividades no local

Ana Luiza Menezes - 22/09/2020 17h29

Padre Robson de Oliveira Pereira é investigado pelo Ministério Público de Goiás Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (21), a Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe) informou que mudou todos os membros da diretoria investigados na Operação Vendilhões por suposto desvio de doações de fiéis. A Afipe está, há 11 dias, sob nova direção.

O padre Robson de Oliveira Pereira, fundador da entidade, está afastado das atividades no local há pouco mais de 1 mês. Ele também é alvo de investigação.

A nova gestão é liderada pelo padre André Ricardo de Melo. Por meio de uma nota, a Afipe disse que realizou “profunda reestruturação administrativa, a começar pela substituição de todos os membros da diretoria, assim como dos investigados”.

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) realizou, há um mês, a operação que apura o desvio de R$ 120 milhões doados por fiéis para a compra de fazendas, avião e casa de praia.

Leia também1 Padre Robson: Itens apreendidos passam por perícia
2 Bispo critica pe. Robson: "Não fomos feitos para dinheiro"
3 Casos de Flordelis, João de Deus e padre Robson prejudicam fé?
4 Padre Robson controlou R$ 1,9 bilhão usando filiais da Afipe
5 Hacker que extorquiu padre Robson tinha caso com ele

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.