Leia também:
X Reino Unido confirma 6 casos de variante brasileira da Covid-19

Velocista diz que prefere perder Jogos Olímpicos a ser vacinado

Blake já havia se pronunciado contra a vacinação no início deste mês

Pleno.News - 28/02/2021 17h16 | atualizado em 01/03/2021 13h11

yohan blake velocista atleta olimpiadas
Blake conquistou um ouro e duas pratas olímpicas Foto: Reprodução

O velocista jamaicano Yohan Blake, ganhador de quatro medalhas olímpicas, afirmou que prefere perder os Jogos Olímpicos a ser vacinado contra a Covid-19.

– Continuo igual; não quero a vacina. Prefiro perder os Jogos Olímpicos a tomar a vacina. Estou feliz – disse o atleta ao jornal Jamaica Gleaner, após competir no sábado em provas classificatórias na Jamaica.

Blake, hoje com 31 anos, conquistou o ouro no revezamento 4×100 metros em Londres, em 2012, e no Rio de Janeiro, em 2016. O velocista também tem duas pratas olímpicas, obtidas nos 100 e nos 200 metros, ambas na capital inglesa.

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio já advertiu que não obrigará que os países enviem os atletas vacinados à competição, mas alguns comitês olímpicos nacionais já começaram a aplicar as primeiras doses, como os da Lituânia, da Hungria, da Sérvia, de Israel e de Singapura. Alemanha, Canadá, Grã-Bretanha e Itália já confirmaram que não pedirão prioridade para vacinar os atletas.

A Jamaica divulgou recentemente que receberia entre 146 mil e 249 mil doses da vacina da AstraZeneca no final de fevereiro por meio da aliança Covax. Blake já havia se pronunciado contra a vacinação no início deste mês.

*EFE

Leia também1 Olimpíada deve receber torcida, mas em número limitado
2 Adultos com variante de Manaus têm 10 vezes mais vírus no corpo
3 Governo de GO divulga último áudio de paciente morto por Covid
4 Pfizer testa 3ª dose de vacina contra variantes da Covid-19
5 CDC: Máscaras duplas reduzem até 96% das partículas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.