Leia também:
X Bruno Covas fecha a cidade de São Paulo e vai ao Maracanã

Renzo pediu para príncipe árabe não falar com Doria

Nas redes sociais, atitude foi elogiada por nomes como Eduardo Bolsonaro e Maurício Mattar

Pleno.News - 30/01/2021 21h55 | atualizado em 30/01/2021 22h05

Renzo Gracie contou que pediu para príncipe dos Emirados Árabes não se encontrar com Doria Foto: Reprodução

O mestre em Jiu-Jitsu, Renzo Gracie, compartilhou um vídeo, nesta sexta-feira (29), de declarações dadas diante do presidente Jair Bolsonaro, em Brasília (DF). No conteúdo, ele elogiou o governo federal e disse que pediu para um príncipe dos Emirados Árabes não se encontrar com João Doria, governador de São Paulo.

– Resumindo é o seguinte: agora a gente tem um novo governo. Antes, só tinha moleque. Eu estava em casa, dormindo; o telefone toca e era o assessor do Doria. (…) E [ele] queria encontrar com o presidente do país lá dos Emirados. Eu, não sabendo muito das coisas ainda, falei: campeão, você está do lado do Bolsonaro ou contra o Bolsonaro? E ele falou: não, sou neutro. E eu falei: você não respondeu; ou você está a favor ou você está contra. A próxima ligação foi com o príncipe. Eu falei: você não pode se encontrar com esse cara.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Renzo Gracie (@renzograciebjj)

A atitude de Renzo foi elogiada por várias pessoas, entre elas o deputado federal, Eduardo Bolsonaro, e o ator Maurício Mattar.

Renzo Gracie foi elogiado por nomes como Eduardo Bolsonaro e Maurício Mattar Foto: Reprodução

Leia também1 Bruno Covas fecha a cidade de São Paulo e vai ao Maracanã
2 Loja usa imagem de Doria ao anunciar promoção de lingerie
3 Ratinho desabafa: "Fizeram tudo para atrapalhar o governo"
4 Bolsonaro: 'Brasil e Índia, uma parceria que veio para ficar'
5 Bolsonaro nega que promoverá recriação de ministérios

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.