Leia também:
X Globo vai à Justiça contra Turner a 2 dias do Brasileirão

Medina diz que Brasil deve obter ouro do surfe em Tóquio

Surfista afirmou que atletas brasileiros têm boas chances na modalidade

Pleno.News - 06/08/2020 17h43

Gabriel Medina conquistou mais um título Foto: Reprodução

Bicampeão mundial de surfe, Gabriel Medina disse ver o Brasil como favorito ao ouro no esporte nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Em entrevista à revista GQ, publicada nesta quinta-feira (6), ele contou ainda como tem se preparado em meio à pandemia do novo coronavírus.

– Eu acredito que o surfe brasileiro se tornou o favorito em todas as etapas. Ia ser demais ter um brasileiro como primeiro campeão olímpico de surfe. E eu realmente acredito que a gente pode fazer isso acontecer, a geração atual é muito forte – afirmou Medina.

Questionado sobre o adiamento das Olimpíadas para 2021 por causa da pandemia, Medina disse apoiar a decisão, apesar do “susto”.

– Eu estava me preparando bastante e também estava muito animado. Quando veio a notícia do adiamento, a gente leva um susto. Mas, ao mesmo tempo, eu entendi e apoiei a decisão de adiar os jogos. Seria um risco muito grande realizar um evento como esse nesse momento. Fora que, assim como eu, muito atletas não estavam conseguindo se preparar o suficiente para competir no nível que os jogos merecem – detalhou.

Gabriel Medina Foto: Reprodução

Essa será a primeira edição dos Jogos em que o surfe estará presente, o que para o atleta é um incentivo para se tornar campeão olímpico, sendo uma de suas prioridades. As Olimpíadas terão um gostinho muito especial. Poder competir pelo Brasil no maior evento esportivo sempre será um sonho pra mim e imagino que seja para todos os atletas de todos os esportes, afirmou Medina.

Com o início da pandemia, Medina relatou que se manteve “totalmente isolado em casa”, o que impedia os treinamentos. No entanto, a flexibilização das atividades no Brasil permitiu que ele voltasse às atividades parcialmente.

– A praia de Maresias, em São Paulo, abriu para o surfe, ficou mais tranquilo. Tenho conseguido surfar bastante agora, mas ainda não voltei com todo o treinamento. Devo começar minha pré-temporada em breve, já que agora saiu o novo calendário e o primeiro evento deve acontecer em dezembro – afirmou.

Já de olho no ano que vem, o atleta disse que tem pesquisado mais sobre as condições do mar no Japão. Um evento pré-olímpico no ano passado, que aconteceu no país, “foi bom pra conhecer mais de perto as ondas e já ter uma expectativa do que estar por vir”.

*Folhapress

Leia também1 João Figueiredo diz ser "fácil se apaixonar por Sasha"
2 Conheça o cantor gospel João Figueiredo, namorado de Sasha
3 Neymar recebe amigos em celebração pelos seus 28 anos
4 Festa de aniversário de Neymar irrita técnico do PSG
5 Aniversário de Gabriel Medina tem participação de famosos

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.