Leia também:
X Ao quebrar recorde, nadadora usa touca com a frase ‘Glória Somente a Deus’

Medalhista de ouro é acusado de integrar grupo terrorista

Javad Foroughi venceu o Tiro Esportivo em Tóquio

Gabriela Doria - 29/07/2021 19h30

Javad Foroughi foi medalhista de prata no Tiro Esportivo Foto: EFE/EPA/Michael Reynolds

O medalhista olímpico Javad Foroughi, do Irã, foi acusado por uma ONG de direitos humanos de integrar o Força Quds do Corpo de Guardas da Revolução Iraniana, classificado como uma organização terrorista. Javad conquistou o ouro no Tiro Esportivo nas Olimpíadas de Tóquio 2020.

Em sua manifestação, a ONG United for Navid pediu que o Comitê Olímpico Internacional (COI) investigue e suspenda as conquistas de Javad. O grupo diz ainda que o atleta é membro “atual e antigo” do Força Quds.

– Conceder uma medalha de ouro olímpica a um membro de uma organização terrorista é uma afronta terrível aos atletas e aos ideais olímpicos, e deixa uma marca negra no COI – diz o grupo.

A United for Navid destacou também que, caso o COI não tome providências, se tornará “cúmplice na promoção do terrorismo e de crimes contra a humanidade”.

UNITED FOR NAVID
A ONG United for Navid foi criada para obter justiça pelo lutador Navid Afkari, que foi condenado à morte por enforcamento, no ano passado, no Irã. O atleta foi sentenciado a duas penas de morte pela acusação de esfaquear e matar um segurança de um prédio do governo.

Leia também1 Ao quebrar recorde, nadadora usa touca com a frase ‘Glória Somente a Deus’
2 "Vão olhar e ver Jesus brilhando em você", vibra Rebeca Andrade
3 “Não existe só o futebol como esporte”, diz Rayssa à prefeitura
4 Olimpíadas: Rebeca Andrade conquista a prata na ginástica
5 Olimpíadas: Mayra Aguiar faz história e ganha bronze no Judô

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.