Leia também:
X Austrália cogita deportar Djokovic, apesar de vitória judicial do tenista

Mãe de Djokovic vê filho como vítima de tortura por retenção na Austrália

Dijana Djokovic deu declarações durante uma entrevista coletiva em Belgrado, na Sérvia

Pleno.News - 10/01/2022 12h52 | atualizado em 10/01/2022 13h26

Dijana, mãe de Djokovic Foot: EFE/EPA/ANDREJ CUKIC

Nesta segunda-feira (10), Dijana, mãe de Novak Djokovic, afirmou que o tenista foi vítima de “tortura” durante o tempo em que está retido na Austrália. Para ela, a decisão judicial que permite ao atleta entrar no país foi a maior vitória da carreira do filho.

Dijana Djokovic deu declarações durante uma entrevista coletiva em Belgrado, na Sérvia. Ela comentou a decisão da corte australiana que, mais cedo nesta segunda, concedeu ao tenista sérvio permissão para permanecer na Austrália, apesar de ele não ter sido vacinado contra a Covid-19.

O governo australiano ainda considera a ideia de deportar Novak Djokovic.

A mãe do atleta também disse estar preocupada que o governo australiano tome essa decisão, apesar do entendimento da corte a favor do tenista.

– Não quero pensar nisso, mas que ele ficará livre e jogará (o Aberto da Austrália) – declarou.

Já o pai do tenista, Srdjan, que também participou da coletiva, classificou a decisão judicial como uma grande vitória não apenas para Djokovic, como para “todo o mundo livre”.

Perguntado sobre como o tenista se sente e como todo o caso influenciará sua performance em quadra, Srdjan disse que isso não vai afetá-lo.

– Novak está ótimo. Ele tem tamanha força mental que tudo isso não o alterou em nada, mas lhe deu energia extra. Ele mal pode esperar pelo dia 17, para que o torneio comece. Ele ganhará os próximos dez torneios – afirmou o pai do atleta.

Já Djordje Djokovic, irmão de Novak, contou que este está treinando e agradeceu ao juiz responsável pelo caso por ter mostrado “a verdade, e nada mais que a verdade”.

Além disso, Djordje enviou uma saudação a todos aqueles que apoiaram o tenista durante sua retenção de seis dias em um hotel em Melbourne e afirmou que ele e sua família só sentem amor pela Austrália, onde o tenista sérvio já conquistou dez vezes o Grand Slam.

*EFE

Leia também1 Austrália cogita deportar Djokovic, apesar de vitória judicial do tenista
2 Irmão de Djokovic: "Eles querem capturá-lo e prendê-lo de novo"
3 Juiz libera entrada de Djokovic e anula cancelamento de visto
4 'Djokovic será um símbolo do mundo livre', diz pai do tenista
5 Novak Djokovic agradece 'apoio contínuo' nas redes sociais

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.