Leia também:
X Queiroga: Copa América comprova ser possível reabrir atividades

Juramento olímpico acrescenta termos “inclusão” e “igualdade”

Atletas passarão a comprometer-se com um esporte "sem nenhuma forma de discriminação"

Pleno.News - 14/07/2021 17h24 | atualizado em 14/07/2021 17h34

Juramento será feito segurando bandeira olímpica Foto: Divulgação

O juramento que atletas, técnicos e árbitros farão durante a Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio contará, pela primeira vez, com os termos “inclusão” e “igualdade”, após mudança no texto aprovado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).

Os representantes de cada categoria ligada ao evento (sempre um homem e uma mulher de cada) prometerão, enquanto seguram a bandeira olímpica, que irão “respeitar e acatar as regras, com espírito de ‘fair play‘, inclusão e igualdade”.

O novo juramento diz que “juntos somos solidários e nos comprometemos a um esporte sem doping, sem fraudes, sem nenhuma forma de discriminação. Fazemos [isso] pela honra de nossas equipes, em respeito aos princípios fundamentais do Olimpismo e para fazer do mundo um lugar melhor através do esporte”.

A inclusão dos termos veio a partir de demandas da Comissão de Atletas, que levaram ao COI pedidos que também incluíram o direito de que se façam gestos solidários ou de protesto nos locais de competição, desde que outros competidores não sejam atrapalhados.

*EFE

Leia também1 À União Europeia, Kremlin se nega a legalizar casamento gay
2 Ministério eleva previsão de crescimento econômico para 5,3% em 2021
3 Saiba quem são os próximos ministros do STF a se aposentar
4 Marcelo Queiroga diz que país já tem vacinas suficientes
5 Bolsonaro é transferido para SP. Médicos avaliam cirurgia de urgência

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.