Leia também:
X Jogador de 18 anos passa mal e deixa jogo em ambulância

Jornal Nacional debocha do caso de visto negado para Djokovic

Apresentadores William Bonner e Renata Vasconcellos chamaram a situação de "vexame" e "mico"

Pleno.News - 06/01/2022 08h20 | atualizado em 06/01/2022 11h01

William Bonner chamou situação de Djokovic de “mico” Foto: Reprodução/TV Globo

Os âncoras William Bonner e Renata Vasconcellos, do Jornal Nacional, debocharam do tenista Novak Djokovic durante a edição desta quarta-feira (5) do jornalístico da TV Globo. O fato ocorreu enquanto o JN noticiava que o atleta não poderá competir no Aberto da Austrália após ter o visto negado pelas autoridades australianas por questões envolvendo a vacinação contra a Covid-19.

– Vexame, hein? – disse Renata.

Ao que Bonner prontamente respondeu: “Mico!”

Atualmente o tenista número 1 do mundo, Djokovic foi barrado no aeroporto de Tullamarine, teve seu visto cancelado e foi levado para um hotel de detenção do governo no subúrbio de Carlton, enquanto aguarda sua deportação. Ele estava no país para disputar o Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada.

Autoridades australianas barraram a entrada do tenista sérvio porque ele não teria apresentado “padrões adequados de evidências” para entrar no país com a permissão médica especial que havia obtido na terça-feira (4). O documento permitia que entrasse e competisse em Melbourne mesmo sem comprovar a vacinação completa contra a Covid-19.

PERMISSÃO ESPECIAL
A permissão que Djokovic havia obtido é prevista na lei australiana para dar conta de casos específicos na pandemia. Serve para pessoas que não tomaram o imunizante para não piorar um quadro clínico grave causado por outra doença, ou porque apresentaram reação grave à primeira dose, ou ainda porque tiveram Covid-19 nos últimos seis meses.

A especulação na imprensa australiana é sobre esta última hipótese no caso do tenista. Djokovic, contudo, não revelou publicamente se contraiu o vírus nos últimos meses. Mais cedo, o primeiro-ministro Scott Morrison já havia afirmado que a permissão não liberava a entrada automática dele no país. Ele precisaria provar que tinha um bom motivo para não se vacinar.

*Com informações AE

Leia também1 Sem vacina, Djokovic tem visto cancelado e deixará Austrália
2 Djokovic é barrado em aeroporto ao tentar entrar na Austrália
3 Djokovic diz que tem autorização para competir sem vacina
4 Carlos Jordy elogia Djokovic: 'Convicções e luta pela liberdade'
5 Nº 1 do mundo desiste de torneio por não revelar se foi vacinado

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.