Leia também:
X RJ: Polícia conclui que não houve sabotagem na Cedae

Veja 10 jogadores que também tiveram problemas na Justiça

Ronaldinho Gaúcho enfrenta acusações no Paraguai e está detido

Camille Dornelles - 11/03/2020 10h28 | atualizado em 11/03/2020 11h35

Atualmente, o caso do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho, preso no Paraguai por apresentar documentos falsos, ganhou espaço na grande mídia. Nesta terça-feira (10), ele sofreu uma derrota na Justiça após as autoridades paraguaias negarem um pedido de prisão domiciliar.

GOLEIRO BRUNO
O crime do goleiro Bruno também voltou aos holofotes por causa de uma série que a Rede Globo pensava em lançar sobre o caso. O assassinato de Eliza Samudio aconteceu em 2010 e recebeu destaque nacional. Ela foi morta por estrangulamento meses depois do fim do relacionamento dela com Bruno, após afirmar que estava grávida dele. Todos os suspeitos foram julgados em Júri Popular. Luiz Henrique Romão (Macarrão) foi condenado a 15 anos de prisão por cárcere e homicídio de Eliza e ocultação de cadáver. Fernanda Gomes de Castro foi condenada a 5 anos de prisão pelo sequestro e cárcere privado de Eliza e Bruninho (filho de Eliza com Bruno). Bruno foi condenado a 22 anos e 3 meses de prisão em regime fechado. Dayanna foi absolvida das acusações. Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, foi condenado a 22 anos.

Além desses dois, relembre outros casos de futebolistas que tiveram problemas com a Justiça.

EX-ATACANTE ROMÁRIO
Em 2009, Romário ficou preso por uma noite por atrasar pensões alimentícias para os dois filhos que tem com a sua ex-esposa Mônica Santoro.

MEIO-CAMPISTA MARCELINO PARAÍBA
O meia Marcelinho Paraíba tem passagem pela Justiça por tentativa de estupro. O caso aconteceu em 2011 e ele ficou preso durante um dia na cidade de Campina Grande, Paraíba. O jogador também teve um mandado de prisão expedido por atraso de pensão alimentícia, mas a dívida foi paga e ele não teve que ir para a cadeia.

EX-GOLEIRO EDINHO
Filho de Pelé, Edinho passou seis meses em regime fechado por envolvimento com o tráfico de drogas em 2005. Ele atuava como goleiro do Santos na época. O processo correu e, em 2014, o ex-goleiro acabou condenado a 12 anos e 11 meses de reclusão por lavagem de dinheiro e tráfico de drogas. Edinho conseguiu progressão de pena e passou ao regime semiaberto em setembro do ano passado.

EX-ATACANTE EDMUNDO
Por causa de um acidente de carro provocado por Edmundo em 1995, três pessoas faleceram. Ele atuava no Flamengo na época e dirigia em alta velocidade na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro. O jipe dele colidiu com outro matando uma passageira do seu carro e o motorista e uma passageira do outro veículo. O atacante foi condenado a quatro anos de prisão, mas passou apenas uma noite na cadeia. Em 2011 foi descrita a prescrição da pena. Atualmente é comentarista esportivo na Fox Sports.

LATERAL RÉGIS
Foi preso três vezes entre 2018 e 2019. A última detenção foi no dia 13 de março do ano passado por embriaguez ao volante e posse de drogas. Ele ficou detido por algumas horas após tentar resistir à prisão, sem sucesso. As anteriores foram por tentativa e invasão de propriedade. O lateral-direito atualmente atua no São Bento, clube da Série A2 do Campeonato Paulista.

ATACANTE JÓBSON
Atualmente jogando pelo Independente-PA, o atacante foi preso em 2016 acusado de violentar quatro menores de idade e foi encaminhado para a liberdade condicional após três meses de prisão e pagamento de fiança. Em junho de 2017 foi preso novamente após se envolver em um acidente de carro que matou uma pessoa. Ele também desrespeitou o limite da tornozeleira eletrônica duas vezes e ficou detido até abril de 2018. Além disso, admitiu ser viciado em crack e foi banido do esporte por dois anos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Atualmente cumpre medidas cautelares.

ZAGUEIRO BRENO
O brasileiro foi preso em setembro de 2011 acusado de incendiar a própria casa e esperou o avanço das investigações em regime fechado. Breno atuava pelo Bayern de Munique na época e ficou mais de um ano detido. Em agosto de 2013, a Justiça alemã o transferiu para o regime semiaberto e no ano seguinte ele foi posto em liberdade condicional. Ele alega que o incêndio foi um acidente.

EX-JOGADOR DE BASE JANKEN EVANGELISTA
Em 2009, Janken Evangelista, ex-São Paulo, matou a ex-mulher a facadas e fugiu com o filho do casal para Teixeira de Freitas, interior da Bahia, onde foi preso. Dois anos depois, foi condenado em júri popular a 22 anos de prisão.

EX-VOLANTE ZÉ ELIAS
O ex-volante Zé Elias, que passou pela Seleção Brasileira entre 1995 e 1999, foi preso em 2011 por não pagar pensão alimentícia. Ele ficou 30 dias na cadeia até que o débito fosse quitado. Zé Elias se aposentou do futebol em 2009 e atualmente trabalha no canal de TV a cabo ESPN Brasil.

Leia também1 Justiça nega prisão domiciliar para Ronaldinho e irmão
2 Ronaldinho: Presidente cobra investigação "caia quem cair"
3 Benítez ordena investigação interna no caso Ronaldinho

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.