Leia também:
X Papa Francisco encontra jogadores da Chapecoense

“Torcida tem o direito de protestar”, diz Lucas Pratto

Atacante retornou ao São Paulo depois de lesão e admite que time vive seu "pior momento"

Camille Dornelles - 30/08/2017 15h01

Os ânimos no São Paulo não estão dos melhores. Depois de um protesto feito pelos torcedores na madrugada desta quarta-feira (30), quando picharam os muros do CT, o atacante Lucas Pratto admitiu que o time vive “o pior momento da história”.

A declaração foi feita durante coletiva de imprensa nesta quarta. O argentino não se mostrou ofendido com a pichação feita pelos torcedores depois da última derrota, que dizia “nós apoiamos, mas a paciência acaba”.

Torcedores picharam os muros do CT do São Paulo depois da última derrota Foto: Reprodução

– A torcida está no seu direito de protestar. O time está no pior momento da história, em nível esportivo. Mas nós temos que trabalhar para sair dessa situação. E é só trabalhando e colocando na cabeça que temos que ganhar a maioria dos jogos para ficar numa situação mais tranquila – afirmou.

Atualmente o São Paulo está em penúltimo lugar no Campeonato Brasileiro, com 23 pontos, e ameaçado de rebaixamento. O próximo jogo será dia 9 de setembro, em casa, contra o Ponte Preta.

Além da polêmica, Pratto também falou sobre sua recuperação após a lesão que sofreu na cabeça, que o deixou desacordado em campo na partida contra o Palmeiras.

 

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.