Leia também:
X Conmebol define tabela da Copa América com final no Maracanã

Tite deixa em dúvida se Seleção Brasileira jogará a Copa América

Jogadores estariam desconfortáveis de participar da competição, que foi transferida de última hora para o Brasil

Gabriela Doria - 04/06/2021 09h26 | atualizado em 04/06/2021 09h45

Tite deixou em dúvida a participação da Seleção na Copa América Foto: CBF/Jorge Bispo

O técnico da Seleção Brasileira, Tite, negou-se a responder, durante entrevista coletiva nesta quinta-feira (3), se os jogadores brasileiros irão participar da Copa América. O impasse surge após os atletas manifestarem o desejo de não disputar os jogos, que foram transferidos de última hora para o Brasil.

De acordo com Tite, os jogadores pediram uma reunião com o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, para debater sobre a participação nos jogos.

– Nós temos uma opinião muito clara e nós fomos lealmente, numa sequência cronológica, eu e Juninho [Paulista, coordenador da seleção] externando a nossa opinião. Na sequência, pedimos aos atletas para trabalharem e ficarem focados na nossa preparação para o jogo contra o Equador. Nos atenderam nessa solicitação. Na sequência, solicitaram uma conversa com o presidente [Rogério Caboclo], direta e lealmente falando a ele as suas opiniões, porque [a posição] está muito clara, muito limpa, muito clean, e foi externada em conversa pessoal com presidente e comissão técnica – disse tite, sem entrar em detalhes.

O treinador também afirmou que respeita os torcedores e que, no momento oportuno, tornará pública a decisão dos jogadores.

– E para o torcedor fica nosso respeito: gostaríamos, no momento oportuno, de externar isso a ele. Não vamos externar agora pela prioridade de jogar bem e ganhar o jogo de amanhã. No término dessa Data Fifa, as situações vão ficar claras. Tu tem o meu compromisso – afirmou Tite se referindo ao jogo contra o Equador, nesta sexta, em Porto Alegre, pelas Eliminatórias da Copa do Qatar.

Para encerrar o assunto, o treinador pediu ainda para não ser mais questionado sobre o tema.

– Nos dois jogos de Eliminatórias temos prioridade. É muito importante falar de Copa América, mas exclusividade é uma só e precisamos jogar amanhã. Nós temos a nossa posição firme e clara já determinada, mas no momento oportuno ela será externada. Deixa o técnico ser cobrado da melhor escalação. Não estou me eximindo, mas é uma solicitação de que as coisas sejam cobradas conforme os dias forem passando – disparou.

Leia também1 Conmebol define tabela da Copa América com final no Maracanã
2 Copa América: Mané Garrincha, no DF, será palco de cinco jogos
3 Conmebol agradece eficiência de Bolsonaro com a Copa América
4 Bolsonaro esnoba SP como sede e Doria agora se diz contra Copa
5 Malafaia "detona" pedido de Renan Calheiros a Neymar

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.