Técnico do Santos monitora trio de garotos da equipe B

Três têm contratos de longa duração com o clube

Pleno.News - 14/02/2020 19h51

Técnico do Santos, Jesualdo Ferreira Foto: Ivan Storti/Santos FC

Com pouca margem para contratações, o técnico Jesualdo Ferreira acompanha de perto o desempenho dos atletas do Santos B, pratas da casa santistas. A reportagem apurou que três deles já chamaram atenção: o volante Vinicius e os meias Matheus Moraes e Anderson Ceará.

O comandante santista prega calma, pois acredita que a equipe profissional já esteja recheada de atletas muito jovens. O português vem, inclusive, dando oportunidades para todos eles -Sandry, Renyer, Tailson e Kaio Jorge, além de Yuri Alberto que voltou da seleção brasileira sub-23 e também deve ter chances.

Dos três observados, somente Anderson Ceará, 20, já fez sua estreia profissional no Santos. Meia de criação, o jogador atuou 15 minutos contra o Botafogo pela 36ª rodada do Brasileiro de 2018, sob comando de Cuca. Após isso, ele teve uma lesão séria no ligamento do joelho e passou o primeiro semestre do ano passado em recuperação. Depois, não ganhou oportunidades com Jorge Sampaoli.

Nos treinos do Santos B, Ceará vem se destacando e é acompanhado de perto pela comissão técnica de Jesualdo, que comanda a equipe alternativa. O jovem vem recebendo atenção dos auxiliares para melhorar o posicionamento no setor de meio.

Já Matheus Moraes, 19, é um meia que atua mais pelos lados do campo. O atleta já sofreu com lesões durante a curta carreira e ficou fora da Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano para realizar um trabalho de condicionamento e fortalecimento visando diminuir o risco de novos problemas clínicos.

Moraes foi parceiro de ataque de Rodrygo nas categorias de base do Santos e se destacou. Quando os dois disputaram o Paulista sub-15 e foram vice-campeões, o meia-atacante foi o artilheiro santista com 19 gols, dez a mais do que o ex-companheiro que hoje joga pelo Real Madrid. A multa rescisória do garoto é de 100 milhões de euros (R$ 460 milhões).

Do trio, Vinicius Balieiro, 20, é o menos conhecido do torcedor santista. O volante chegou ao Santos no meio de 2017 após ter se destacado pelo Paulista, de Jundiaí, durante a Copa São Paulo daquele ano -na ocasião, o clube do interior teria chegado à final se não fosse eliminado pelo TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) por punição em meio a um caso de falsidade ideológica de um atleta.

No Santos, Vinicius disputou a Copa São Paulo de 2018 como lateral-direito e era presença frequente entre os “sparrings” de Sampaoli, garotos que completam os treinamentos. No jogo-treino entre os profissionais e o time B santista da última quarta (!2), ele atuou já como segundo volante, formando o meio com Guilherme Nunes e Anderson Ceará. Trata-se de um atleta rápido que pode atuar mais fixo na marcação ou sair para o jogo.

Os três têm contratos longos com o Santos: Vinicius até abril de 2022, Ceará até junho de 2021 e Moraes até junho de 2022. Apenas sob observação, eles ainda não irão reforçar o time alvinegro no domingo (16), quando visitará a Ferroviária às 19h, em Araraquara (SP), pela sexta rodada do Campeonato Paulista.

*Folhapress

LEIA TAMBÉM+ Manchester City é banido de 2 edições da Liga dos Campeões
+ Maratona de Tóquio sugere que chineses fiquem de fora


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo