Leia também:
X Bolsonaro prevê gol de Gabigol na final da Taça Libertadores

“Pior dia da minha vida”, diz Dentinho após sofrer racismo

Atleta afirmou que sentiu "tristeza" e "nojo"

Pedro Ramos - 11/11/2019 15h57 | atualizado em 11/11/2019 16h01

Dentinho, jogador do Shakhtar Donetsk Foto: Reprodução

O jogador Dentinho do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, manifestou-se pela primeira vez após ser vítima de manifestações racistas no jogo contra o Dínamo de Kiev pelo campeonato nacional.

– Eu não queria comentar sobre o que aconteceu ontem, mas acho que não posso me calar diante de algo tão grave. Eu estava fazendo uma das coisas que mais amo na minha vida, que é jogar futebol e, infelizmente, acabou sendo o pior dia da minha vida. Durante o jogo, por três vezes, a torcida adversária fez sons que lembravam macacos, sendo duas vezes direcionadas a mim. Essas cenas não saem da minha cabeça. Não consegui dormir e já chorei muito. Sabe o que eu senti naquele momento? Revolta, tristeza e nojo de saber que ainda existem pessoas tão preconceituosas nos dias de hoje. Agradeço a todos pelas mensagens de apoio e manifestações de carinho – afirmou o atleta.

Além de Dentinho, o jogador brasileiro Taison também foi alvo de atos racistas da torcida adversária pela mesma partida.

View this post on Instagram

Jogadores brasileiros foram alvos de insultos racistas durante uma partida pelo campeonato ucraniano neste domingo. Taison, do Shakhtar Donestk, foi expulso ao mostrar indignação com as ofensas. Saiba mais em nosso site. #noticias #racismo #Taison #PlenoNews

A post shared by Pleno.News (@plenonews) on

Leia também1 Bolsonaro prevê gol de Gabigol na final da Taça Libertadores
2 Presidente do Flamengo prega cautela: "Faltam 6 rodadas"
3 Atlético-MG repudia injúria racial cometida por torcedor

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.