CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Fifa libera R$ 137 mi para CBF após banimento de Del Nero

Mulher que acusa Neymar tem hematomas e ansiedade

Exames foram feitos seis dias após suposto abuso sexual

Jade Nunes - 03/06/2019 14h54 | atualizado em 03/06/2019 16h39

Neymar Foto: Reprodução

Um laudo médico de exames realizados no dia 21 de maio pela mulher que acusa Neymar de estupro aponta hematomas, problemas gástricos, perda de peso e sintomas de estresse pós-traumático. Os exames foram feitos seis dias depois do suposto abuso sexual.

O documento contém detalhes do tratamento e imagens que mostram hematomas grandes e escuros na região das nádegas e das pernas.

O laudo ainda relata quadro de “dor, perda de peso, ansiedade e problemas gástricos pós-episódio de estresse emocional e hematomas provenientes de agressões na região das nádegas e pernas”. Imagens anexadas mostram grandes áreas roxas. Ela se queixou de tremor nos locais das agressões.

Dentre as hipóteses de diagnóstico, estão transtorno misto ansioso e depressivo, síndrome dispética – um conjunto de sintomas gástricos e traumatismos superficiais múltiplos. O laudo foi feito por um médico particular de um renomado hospital de São Paulo.

Na noite de sábado para domingo, Neymar foi às redes sociais para se defender e falou que foi vítima de uma armadilha, repetindo a versão dada por seu pai anteriormente.

No vídeo exibido por Neymar, além de mensagens trocadas pelo aplicativo WhatsApp, foram expostas diversas fotos íntimas da mulher que o acusa de estupro.

O atacante da Seleção Brasileira também divulgou a seguinte nota oficial:
Foi divulgado hoje (sábado), há algumas horas, uma notícia envolvendo o atleta Neymar Jr., sob a acusação de estupro.

A suposta vítima, inclusive, registrou Boletim de Ocorrência, amplamente divulgado na imprensa.

Apesar de ter ficado surpreso com a notícia, os fatos já eram de conhecimento do atleta e do seu estafe, tendo em vista que há poucos dias foi vítima de tentativa de extorsão, praticada por um advogado da cidade de São Paulo, que, segundo a sua versão, representava os interesses da suposta vítima.

Os advogados do atleta foram imediatamente comunicados e desde então estão adotando todas as providências pertinentes.

Diante do infeliz, ilegal e ultrajante acontecimento, repudiamos completamente as injustas acusações e, sobretudo, a exposição na imprensa de uma situação extremamente negativa.

Todas as provas da tentativa de extorsão e da inexistência de estupro serão apresentadas à autoridade policial oportunamente.

Assessoria de Imprensa
NR Sports.

*Folhapress

Leia também1 Flamengo avalia a contratação de volante Hernani
2 "Não posso julgar o Neymar", diz Tite sobre acusação
3 "Prefiro um crime de internet a estupro", diz pai de Neymar

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo