Leia também:
X Casemiro critica quem celebrou lesão de Neymar: ‘Sem caráter’

Jornalista ex-Globo dá recado a quem celebrou lesão de Neymar

Janaina Xavier aponta hipocrisia nos adeptos do "amor venceu o ódio"

Monique Mello - 26/11/2022 15h41 | atualizado em 28/11/2022 10h21

Janaina Xavier Foto: Reprodução/Sport TV

A jornalista Janaina Xavier, que deixou a Globo em maio deste ano, saiu em defesa de Neymar por meio de um vídeo publicado nas redes sociais. A comunicadora rechaçou os que comemoraram o fato de o atleta ter deixado o primeiro jogo do Brasil na Copa do Mundo por causa de uma lesão. Nas palavras de Janaina, é a velha “síndrome de vira-lata” do brasileiro, além de misturar política com tudo.

– O brasileiro tem síndrome de vira-lata (…). Para quê torcer por um atleta talentoso, protagonista, vencedor, craque, o melhor que temos… Bons são os outros, os dos outros: Messi, Cristiano, Lewandowski – ironizou.

A jornalista apontou hipocrisia nos adeptos do discurso do amor. Neymar declarou abertamente apoio à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

– Ouvi falar que o amor está no ar, que amor? (…) Qual o problema de vocês que comemoram a lesão de Neymar, que enfiam política em tudo, que misturam eleição com futebol e por causa disso aplaude um profissional que sai de campo chorando – questionou.

Janaina, de 43 anos, foi jornalista esportiva do Grupo Globo por 23 anos e atuou em diversos programas no SportTV.

Confira sua crítica completa:

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Janaina Xavier (@janaxavier)

Leia também1 Casemiro critica quem celebrou lesão de Neymar: 'Sem caráter'
2 Neymar após lesão: “Sou filho do Deus do impossível"
3 Gleisi debocha de saída de Neymar por lesão: "Foi tarde"
4 Equipe de transição de Lula celebra saída de Neymar do jogo
5 FOTOS: Brasileiros ignoram a Copa e se mantêm no quartel

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.