Leia também:
X Brasil irá testar mais uma vacina contra a Covid-19

Goleiro Bruno poderá tirar tornozeleira em treinos e jogos

Liminar foi concedida para que o jogador possa retirar o equipamento

Pleno.News - 09/09/2020 14h32 | atualizado em 09/09/2020 14h36

Goleiro Bruno Fernandes foi contratado pelo Rio Branco Foto: Reprodução

O goleiro Bruno Fernandes, do Rio Branco-AC, conseguiu nesta terça-feira (8) uma liminar que permite a retirada da tornozeleira eletrônica durante jogos e treinos. O Tribunal de Justiça do Acre informou que o objeto deverá ser recolocado após cada compromisso.

O jogador, que está usando o equipamento desde sexta-feira (4), inicialmente havia sido impedido de retirar o adereço durante as atividades profissionais.

– Ocorrendo comprovadas dificuldades materiais que impossibilitem a utilização do equipamento durante treinos ou jogos, será apreciada a harmonização proposta pelo Ministério Público para retirada e colocação da tornozeleira eletrônica diariamente, às expensas do clube contratante – diz a decisão assinada pelo juiz Hugo Barbosa Torquato Ferreira.

O pedido para que Bruno fosse monitorado por tornozeleira eletrônica enquanto cumpre sua pena no Acre foi solicitado pelo Ministério Público do estado (MP-AC) no início deste mês.
Bruno Fernandes assinou com o clube em junho deste ano para tentar retomar a carreira de goleiro profissional.

Aos 35 anos, ele cumpre regime semiaberto pelo assassinato da modelo Eliza Samudio. O Rio Branco-AC entra em campo nesta quarta-feira (9), às 17h, para enfrentar o Plácido de Castro pela semifinal do segundo turno do Campeonato Acreano.

Leia também1 Goleiro Bruno diz que "dorme com a consciência tranquila"
2 Caso Bruno: Assassinos devem receber 2ª chance?
3 Mãe de Eliza Samudio revela como neto soube do crime
4 "Ele deveria ficar em prisão perpétua", diz filho de Bruno
5 Flamengo anuncia renovação com Diego por mais 1 ano

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.