Leia também:
X CBF não deve adiar jogo entre Palmeiras e Flamengo

“Falta de cultura e educação”, diz Cafu sobre insultos a Neymar

Jogador afirmou que o esporte deve promover a inclusão

Pleno.News - 24/09/2020 10h21 | atualizado em 24/09/2020 10h22

Neymar afirmou ser vítima de racismo em campo por Álvaro González Foto: EFE/EPA/Julien de Rosa

O ex-lateral Cafu, bicampeão mundial pela seleção brasileira e integrante da Academia Mundial do Esporte Laureus, comentou a discussão entre Neymar e o zagueiro espanhol Álvaro González, que teria proferido insultos racistas contra o atacante.

– Nunca fui alvo de insultos racistas, mas acho que isso é absolutamente ridículo. Acho que é por falta de cultura e educação. Creio que seja cultural e vem desde o berço. Se isso acontece, temos que deter. Vivemos em um mundo em que todos lutam por igualdade social, e quando vejo atitudes como esta fico bastante chateado – declarou o brasileiro em entrevista.

O capitão da Seleção na conquista do penta, em 2002, enalteceu a importância do esporte na busca por um mundo melhor. Cafu cresceu no bairro do Jardim Irene, na periferia de São Paulo, e pôde melhorar de vida através do futebol.

– O esporte é uma das maiores ferramentas de inclusão social que existe no mundo. Através da Fundação Laureus e do esporte se pode fazer da igualdade um diferencial. Mas não podemos deixar tudo nas mãos do futebol ou do esporte, o racismo existe na vida cotidiana, na rua, na estrada, no ônibus, na cafeteria, e temos que lutar contra o racismo na sociedade em geral – afirmou para o portal da Laureus.

MESSI, LEWANDOWSKI E RODRÍGUEZ
Cafu falou também sobre alguns outros jogadores de destaque do futebol atual e afirmou crer que Lionel Messi, de 33 anos, ainda tem alguns anos de bom futebol. Tudo indica que o argentino deixará o Barcelona ao final do contrato, em junho do ano que vem.

– Messi sempre será Messi. Creio que o melhor de Messi está por vir. Não tenho ideia do que o futuro o reserva, mas eu gostaria de tê-lo em minha equipe. O melhor está por vir. Acredito que sempre temos algo mais a dar quando se trata de futebol, especialmente os jogadores como Messi – disse.

Seis vezes vencedor do prêmio de melhor do mundo da Fifa, Messi não vem sendo cotado para faturar a honraria pela temporada 2019-2020. O favorito do ex-lateral é o atacante Robert Lewandowski, campeão e artilheiro da Liga dos Campeões, do Campeonato Alemão e da Copa da Alemanha pelo Bayern de Munique.

Cafu destacou também a qualidade do meia James Rodríguez, que recentemente trocou o Real Madrid pelo Everton, tendo a oportunidade de atuar por um clube inglês pela primeira vez.

– Vi James Rodriguez jogar pela seleção colombiana, pelo Real Madrid e pelo Bayern. Para mim, ele é um jogador fantástico, um jogador sensacional e inteligente que, se o deixarem jogar como ele gosta, certamente fará muito na Premier League. Ele é um cara que, se você o deixar jogar, se destaca. Se o fizerem, verão o verdadeiro valor que ele tem na Inglaterra – previu.

*Com informações da Agência EFE

Leia também1 Internet critica Magazine Luiza por "trainee só para negros"
2 Neymar é suspenso por dois jogos após briga com zagueiro
3 Cocielo vira réu por racismo e pode pegar 5 anos de cadeia
4 Cafu relembra morte do filho: "Morreu nos meus braços"
5 Crise financeira faz Fundação Cafu encerrar as atividades

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.