CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X CNN Brasil corta médico que falava mal de isolamento

Diretor do Cruzeiro diz que paralisação atrasa o futebol

"Nós não teremos nenhum benefício com essa parada", disse Ricardo Drubscky

Rafael Ramos - 28/03/2020 11h58 | atualizado em 28/03/2020 13h51

Ricardo Drubscky, do Cruzeiro, criticou a paralisação Foto: Reprodução

Recém-contratado pelo Cruzeiro, o diretor de futebol Ricardo Drubscky disse que a paralisação causada pela pandemia do coronavírus é um atraso para o futebol. Ricardo disse que está de mãos atadas para trabalhar em prol do clube.

– O mercado está literalmente parado. Estamos conversando diariamente com companheiros de outros clubes. Estamos de mãos atadas. Esse intervalo é um atraso, não é um tempo – declarou em entrevista à Band.

O dirigente afirmou que queria estar em seu ritmo normal de trabalho. Ele acredita que esse período de quarentena só seria viável em caso de uma pré-temporada onde o clube teria 40 dias para trabalhar.

– Da forma que está acontecendo vai haver prejuízo financeiro no Brasil e no mundo e vai haver prejuízo de performance. Nós perdemos contato com nossa equipe, com nossos jogadores, à distância de todos. Nós não teremos nenhum benefício com essa parada.

Leia também1 Hospital no Pacaembu deverá ser entregue em abril
2 Flamengo dá férias a atletas entre dia 1º e 20 de abril
3 Novak Djokovic doa R$ 5 mi para compra de equipamentos

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo