Leia também:
X Neymar lamenta a derrota do Brasil e parabeniza Messi

Conmebol permite público na Libertadores e Sul-Americana

Jogos deverão seguir protocolos sanitários vigentes em cada país

Pleno.News - 11/07/2021 19h35 | atualizado em 11/07/2021 20h01

Conmebol autoriza público nos estádios, seguindo protocolos Foto: Reprodução

Neste domingo, a Conmebol autorizou o retorno da torcida às arquibancadas a partir das oitavas de final da Libertadores e da Sul-Americana. Os jogos eliminatórios começam na próxima terça-feira (13).

De acordo com comunicado da entidade, as cidades que receberem os confrontos terão que compactuar com o acordo seguindo os protocolos sanitários vigentes em cada país.

– O retorno gradual do público é essencial para o desenvolvimento do futebol sul-americano – disse a Confederação Sul-Americana de Futebol.

No último sábado, a Argentina venceu o Brasil pela final da Copa América com a presença de aproximadamente 1,6 mil torcedores. A liberação veio da Prefeitura do Rio de Janeiro, que cedeu à pressão da Conmebol e permitiu a entrada dos espectadores no Maracanã.

No total, nove países vão receber a fase que reúne 32 times, considerando as duas competições. São eles: Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

Atlético-MG, Fluminense, São Paulo, Palmeiras, Flamengo e Internacional são os brasileiros vivos na Libertadores. Já Grêmio, Athletico-PR, Red Bull Bragantino e Santos são os representantes na Sul-Americana.

Um protocolo de saúde foi criado para auxiliar as autoridades nacionais, como pode ser visto no comunicado da confederação abaixo:

A Confederação Sul-Americana de Futebol dá a conhecer o “Protocolo de Recomendações para o Retorno do Público nos Estádios” nos jogos da Conmebol Libertadores e da Conmebol Sul-Americana 2021, a partir das oitavas de final.

Estabelece uma série de recomendações, que devem ser discutidas com as autoridades sanitárias de cada país para sua aplicação e / ou modificação.

A Conmebol considera que o retorno gradual do público é essencial para o desenvolvimento do futebol sul-americano, razão pela qual, se as autoridades nacionais o permitirem, o retorno ao público é autorizado nas referidas competições.

*AE

Leia também1 Neymar lamenta a derrota do Brasil e parabeniza Messi
2 Com final da Copa América, SBT faz 'golaço' contra a Globo
3 Casagrande ataca Neymar e o chama de "súdito de Bolsonaro"
4 Caboclo decide não depor na Comissão de Ética da CBF
5 Jean celebra derrota da Seleção: 'Quase toda bolsonarista'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.