Leia também:
X Funcionários de hotel contraem Covid-19 e Copa América já tem 41 casos

Coca-Cola tem prejuízo de R$ 20 bilhões após CR7 preferir água

Jogador recusou a bebida, patrocinadora da Eurocopa

Mayara Macedo - 15/06/2021 14h02 | atualizado em 15/06/2021 15h59

Cristiano Ronaldo rejeita Coca-Cola Foto: Reprodução

O jogador de futebol Cristiano Ronaldo fez com que a gigante Coca-Cola perdesse 4 bilhões de dólares (pouco mais de 20 bilhões de reais) em valor de mercado após demonstrar sua preferência por água ao refrigerante.

A história começou nesta segunda-feira (14), durante uma coletiva de imprensa e um dia antes da partida entre Portugal e Hungria, pela Eurocopa.

Ao sentar-se para começar a dar entrevista, o português pegou as duas garrafas de Coca-Cola que estavam sobre a mesa e as dispensou. Em seguida, pegou uma garrafa de água e a exibiu, como um incentivo para que os outros façam o mesmo.

A Coca-Cola é patrocinadora da Eurocopa, e as bebidas estavam na mesa propositalmente, para exibir a marca.

De acordo com o jornal Extra, não há uma explicação para a queda das ações da empresa, mas o fato de isto ter acontecido após a rejeição do astro do futebol pode ser uma espécie de “efeito Cristiano Ronaldo”.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Pleno.News (@plenonews)

Leia também1 Funcionários de hotel contraem Covid-19 e Copa América já tem 41 casos
2 Copa América: Peru é a quarta seleção com caso de Covid-19
3 Messi revela 'medo' de contrair a Covid durante a Copa América
4 Bolsonaro posta foto vendo jogo da Copa América no SBT
5 Castro diz que apoiar a Copa América é 'questão de coerência'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.