Leia também:
X Japão encerra Olimpíadas com show de tradição e modernidade

COB repudia atitude da CBF e dos jogadores no pódio olímpico

Atletas quebraram regra ao não utilizarem agasalho de patrocinador durante a cerimônia

Henrique Gimenes - 08/08/2021 16h26 | atualizado em 09/08/2021 07h16

Jogadores do Brasil não utilizaram casaco de patrocinadora no pódio Foto: EFE/Alberto Estévez

Após os atletas da Seleção Olímpica de futebol descumprirem regras da missão do Time Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) disse, em nota emitida neste domingo (8), repudiar a “atitude da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e dos jogadores”.

Neste sábado (7), os atletas subiram ao pódio com os agasalhos oficiais, fornecido pela empresa chinesa Peak, amarrados na cintura. A empresa possui contrato com o COB e havia acertado que todos os atletas usariam o material da patrocinadora em pódios e cerimônias oficiais.

Na cerimônia, no entanto, os jogadores da seleção de futebol usaram a camisa da Seleção, fornecida pela Nike, que tem contrato com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Ainda em seu comunicado, o COB informou que, após os Jogos Olímpicos, “tornará públicas as medidas que serão tomadas”.

Leia a íntegra do comunicado:

O Comitê Olímpico do Brasil repudia a atitude da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e dos jogadores da seleção de futebol durante a cerimônia de premiação do torneio masculino.

No momento, as energias do Comitê estão totalmente voltadas para a manutenção dos trabalhos que resultaram na melhor participação brasileira na História das Olimpíadas.

Por este motivo, apenas após o encerramento dos Jogos o COB tornará públicas as medidas que serão tomadas para preservar os direitos do Movimento Olímpico, dos demais atletas e dos nossos patrocinadores.

Leia também1 Seleção quebra regra e cria atrito com patrocinador do COB
2 Japão encerra Olimpíadas com show de tradição e modernidade
3 Ex-bispo e cantor Renato Suhett morre, aos 60 anos, de Covid-19
4 Bolsonaro publica homenagem a seu pai, Geraldo Bolsonaro
5 Brasil recebe mais 2,1 milhões de doses de vacinas da Pfizer

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.